PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Peres diz que Vitor Bueno será emprestado mesmo que paraguaio não acerte

Negociação com o Derlis González emperra, mas Vitor Bueno não volta da Ucrânia - Marcello Zambrana/AGIF
Negociação com o Derlis González emperra, mas Vitor Bueno não volta da Ucrânia Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

24/07/2018 14h06

O presidente do Santos, José Carlos Peres, afirmou nesta terça-feira que o clube já acertou a saída do meia Vitor Bueno para o Dinamo de Kiev-UCR. O jogador será cedido ao clube ucraniano mesmo em caso de fracasso na contratação por empréstimo do atacante paraguaio Derlis González. A negociação, inicialmente, envolvia a troca dos jogadores por empréstimo.

“Essa negociação [de troca entre os jogadores] está se arrastando, já foi quase fechada ontem, mas apareceram essas novas exigências. Mesmo que não dê certo, o Vitor [Bueno] será emprestado, isso já está pactuado com o Dinamo de Kiev”, disse o dirigente.

Bueno foi considerado um dos jogadores de confiança do técnico Dorival Júnior no período em que esteve à frente do clube. Antes da séria lesão ligamentar no joelho direito, sofrida em julho de 2017, o jogador era um dos artilheiros da equipe na temporada e teve recusada proposta milionária do Lille-FRA por seu futebol.

Inicialmente, a troca deveria ser finalizada por empréstimo de uma temporada, mas a aparição de novos valores fizeram o Santos recuar antes de bater o martelo. Derlis está no Brasil desde a última semana.

“A negociação com o Derlis [González] continua, não foi finalizada porque apareceram outras condições. O Santos tem um teto e não quer causar desconfortos, não queremos uma diferença entre os atletas”, afirmou.

“Esperamos que hoje possamos ter o capítulo final seja para fecharmos, ou não. Estamos trabalhando com outras opções, também. A nossa prioridade era ter um número 10 e um número 8 e esse objetivo foi alcançado. Queremos mais jogadores e já estamos trabalhando”, completou.

Vitor Bueno foi cortado do clássico da última quinta-feira, contra o Palmeiras, no Pacaembu, para tentar finalizar o acordo com os ucranianos.

Na semana passada, o pai do atacante paraguaio, Pablo Gonzalez, já indicava que seu filho jogaria no Santos. Isso porque ele disse que Derlis já tinha um acordo verbal para vestir a camisa santista por uma temporada.

O paraguaio de 24 anos tem contrato com o clube ucraniano até 2020. Derlis atua pelas beiradas do ataque, é uma espécie de ponta. Ele tem 1,72m de altura e foi revelado pelo Rubio Ñu.

O atacante também possui passagens por Benfica B, de Portugal, Guarani e Olímpia, do Paraguai, além de Basel, da Suíça, ante de chegar ao Dínamo. O alvo santista costuma ser convocado para a seleção paraguaia e, inclusive, já marcou gol contra o Brasil na Copa América.

Por enquanto, desde a volta da Copa do Mundo, o Santos anunciou dois reforços: o meia costarriquenho Bryan Ruiz e o volante uruguaio Carlos Sánchez, apresentado nesta terça em São Paulo.

Futebol