Topo

Futebol


Geromel revela choro de R. Augusto por queda na Copa: "Estava inconsolável"

Buda Mendes/Getty Images
Imagem: Buda Mendes/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

24/07/2018 12h36

Autor do gol do Brasil na derrota por 2 a 1 contra a Bélgica na Copa do Mundo, Renato Augusto não se esquecerá tão cedo do lance que poderia empatar o jogo válido pelas quartas de final. Na última segunda-feira (23), o zagueiro Pedro Geromel revelou que o meia chorou muito no vestiário pelo chute para fora dado poucos minutos após o próprio camisa 8 diminuir a vantagem dos europeus.

"Acabou o jogo, perdemos e foi complicado porque a gente sabia que tinha potencial para ir mais longe. A gente tinha qualidade, grupo e vontade, tinha determinação, era bem treinado. Ele (Renato Augusto) estava chorando, se lamentando, estava todo mundo cabisbaixo e ele não parava", revelou no programa Bem, Amigos, do SporTV.

"Aí eu virei para ele, falei para levantar a cabeça, e ele me olhou incrédulo, como se tivesse atravessando o olhar, e ele falou: 'Pô, o goleiro dos caras (Courtois) é grandão, eu tive a bola do jogo no pé, dominei a bola certinho e foi fui tirar um pouco dele, só que saiu um pouquinho a mais. Era a bola do jogo, era o lance da Copa... ele estava inconsolável", explicou o zagueiro.

Reserva do Brasil durante todo o Mundial, o defensor do Grêmio disse que o técnico fez apenas mudanças pontuais no intervalo, quando o jogo estava 2 a 0 para os belgas. "O Tite é muito organizado, centrado e coerente. Ele falou para a gente continuar o que estávamos fazendo, ele mudou duas ou três coisas pontuais, se você dá muita informação para o jogador, a gente não tem essa inteligência para assimilar e fazer tudo. Ele mudou um pouquinho a marcação, fez um sistema diferente para chegarmos e chegamos algumas vezes em movimentações em que eles deram brechas", disse Geromel, para explicar o gol de cabeça feito pelo próprio Renato Augusto no jogo, que ocorreu na Arena Kazan.

Futebol