PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fora do top-10 da Fifa, Neymar joga pôquer e é finalista de torneio em SP

Neymar no evento High Roller do BSOP, evento de pôquer em São Paulo - Carlos Monti/Divulgação/Pokerstars
Neymar no evento High Roller do BSOP, evento de pôquer em São Paulo Imagem: Carlos Monti/Divulgação/Pokerstars

Do UOL, em São Paulo

24/07/2018 16h04

Esta terça-feira foi marcada por más notícias para Neymar, que ficou fora da lista dos dez melhores jogadores do mundo na temporada divulgada pela Fifa. Durante a divulgação dos nomes, o atacante participava como finalista do torneio High Rollers da Brazilian Series of Poker (BSOP), principal torneio brasileiro do esporte, organizado pela Pokerstars.

Neymar era um dos 14 jogadores restantes em um torneio que começou com mais de 280 participantes. A competição paga ao vencedor um prêmio máximo de R$ 342 mil, e todos os classificados para a etapa decisiva receberão, no mínimo, R$ 18,3 mil.

Neymar iniciou o dia como o quarto melhor colocado do torneio, com 1.391.000 em fichas, depois de cerca de 12 horas de jogo na primeira fase do torneio, na segunda (24). O líder da competição era Oscar Alache, que começou a etapa com 1.900.000 em fichas. O brasileiro iniciou a sua participação na fase decisiva às 14h desta terça. Além dele, Gabriel Jesus também chegou a participar de um outro evento do BSOP, mas foi eliminado já no primeiro dia. 

Até o início da noite desta terça, Neymar ainda tinha chances de se sair vencedor. O jogador precisou deixar a mesa em virtude de um compromisso inadiável, mas, diante disso, os seus adversários concordaram em adiar a decisão para esta quarta. A Pokerstars, organizadora do torneio, irá arcar com as despesas.

De férias do PSG, Neymar está aproveitando os últimos dias no Brasil antes do início da temporada europeia. Nesta terça pela manhã, o camisa 10 da seleção brasileira na Copa da Rússia recebeu uma notícia relevante para seus planos profissionais. Pela primeira vez desde 2013 o jogador não está na lista de dez melhores do mundo elaborada pela Fifa. os escolhidos foram Cristiano Ronaldo, Kevin De Bruyne, Antoine Griezmann, Eden Hazard, Harry Kane, Kylian Mbappe, Lionel Messi, Luka Modric, Mohamed Salah e Raphael Varane.

Futebol