PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dudu revê torcida do Palmeiras e tenta espantar desconfiança após polêmica

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

22/07/2018 04h00

A partida contra o Atlético-MG neste domingo (22), às 16h, pelo Campeonato Brasileiro, marca o reencontro de Dudu com a torcida do Palmeiras após a polêmica de sua permanência diante do assédio do futebol chinês. O clube negou várias propostas do Shandong Luneng, a última de 15 milhões de euros (R$ 67 milhões), para manter o camisa 7 pelo menos até o final do ano, e ele reagiu com um post que dividiu opiniões entre os alviverdes. No Allianz Parque, ele terá a chance de espantar de vez a desconfiança.

O episódio aconteceu na noite da última segunda-feira (16). Dudu publicou um post em seu perfil no Instagram que dizia: "Feliz ou não, é a lei da vida. Seguir em frente com a cabeça erguida. Superando tudo que está por vir". Pouco depois, ele modificou o texto, que passou a dizer: "Seguir em frente com a cabeça erguida e muito focado para superar tudo que está por vir".

A mensagem não pegou bem com grande parte da torcida, que passou a cobrar o camisa 7 nas redes sociais por uma suposta insatisfação. Internamente, porém, Dudu recebeu apoio. Jogadores e o técnico Roger Machado admitiram que a proposta chinesa mexeu com a cabeça do atacante, mas que a história fazia parte do passado e que o jogador estará 100% dedicado ao Palmeiras na sequência da temporada.

O presidente Maurício Galiotte bateu o pé para manter Dudu por dois motivos principais. O primeiro era que não havia uma peça de reposição à altura engatilhada no mercado, e ele entendia que o elenco sofreria uma perda grande de qualidade com a saída do atleta. O segundo foi um acordo feito entre Dudu e diretoria em janeiro, quando outra proposta chinesa já havia sido recusada, para que ele permanecesse no mínimo até o fim de 2018. Ele teve o contato renovado em março até 2022, com aumento de salário e de multa rescisória.

Um dos ídolos da história recente do Palmeiras, Dudu tem vivido um ano atípico, de altos e baixos. Seu desempenho em parte das partidas do primeiro semestre foi criticado por torcedores e uma parcela das arquibancadas chegou a pedir que ele fosse para a reserva, mas Roger jamais sinalizou nessa direção e sempre repete que o camisa 7 é um dos jogadores mais importantes tecnicamente do elenco.

De volta de suspensão e titular contra o Atlético-MG, ele terá o palco perfeito para cativar novamente os torcedores que não gostaram de sua reação por permanecer no Palmeiras. Dudu é o maior artilheiro da história do Allianz Parque, com 25 gols, e também o maior garçom do estádio, com 21 assistências.

Futebol