PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Russos se silenciam sobre Pedro Rocha, e acordo com Cruzeiro não deve sair

Na mira do Cruzeiro, Pedro Rocha foi revelado pelas divisões de base do Grêmio - Silvio Ávila/EFE
Na mira do Cruzeiro, Pedro Rocha foi revelado pelas divisões de base do Grêmio Imagem: Silvio Ávila/EFE

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

21/07/2018 04h00

O Spartak Moscou, da Rússia, não respondeu à oferta de 10 milhões de euros (R$ 44,1 mi) do Cruzeiro por Pedro Rocha dentro do prazo estabelecido. O silêncio dos russos pode sacramentar o fim das tratativas pelo atacante.

Os mineiros autorizaram Hamilton Bernard, agente do jogador de 23 anos, a negociar com o time da capital russa. Durante a Copa do Mundo, a equipe que detém os direitos do atleta pediu 10 dias para responder à proposta feita pela Raposa. O prazo, contudo, não foi cumprido.

Os russos não disseram nada a respeito de uma eventual saída de Pedro Rocha. "Não [deram resposta sobre a proposta do Cruzeiro por Pedro Rocha]. Não falaram mais nada", disse o empresário do atleta por meio de mensagem telefônica ao UOL Esporte.

O Cruzeiro, por sua vez, nega que tenha feito uma proposta de compra pelo atacante que defendeu as cores do Grêmio. A postura, contudo, é praxe no clube de Belo Horizonte.

Apesar do comportamento dos mineiros em relação ao caso, a reportagem apurou que há interesse na contratação de Pedro Rocha há pelo menos dois meses.

À procura de um atacante que atue pelos lados do campo, o departamento de futebol vê com bons olhos uma possível contratação do atleta que venceu a Copa do Brasil 2016 e a Libertadores 2017 com as cores do Grêmio.

A primeira tentativa dos mineiros foi um acordo por empréstimo. O Cruzeiro tentou repatriá-lo por um ano, mas ouviu uma resposta negativa. Na sequência, o clube apresentou uma oferta de compra e aguarda uma resposta do Spartak Moscou.

Pedro Rocha tem contrato com o clube russo até 30 de junho de 2021. Ele foi adquirido por 12 milhões de euros (R$ 45,2 mi à época) em agosto de 2017. No futebol europeu, ele não se firmou. Foram 14 jogos e um gol neste período.

Futebol