PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pai de Gerson explica ida à Fiorentina e agradece oferta do Atlético-MG

Gerson, ex-Fluminense, esteve na mira do Atlético-MG, mas se mudou para a Fiorentina - AP Photo/Vadim Ghirda
Gerson, ex-Fluminense, esteve na mira do Atlético-MG, mas se mudou para a Fiorentina Imagem: AP Photo/Vadim Ghirda

Thiago Fernandes e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

21/07/2018 04h00

O Atlético-MG tentou a contratação de Gerson por empréstimo, mas esbarrou na recusa da Roma. Diante disso, o clube e o estafe do jogador optaram por uma mudança para a Fiorentina, também da Itália. Marco Antônio Silva, pai e empresário do atleta de 21 anos, agradece à equipe mineira pelo interesse e explica a permanência no futebol europeu.

O agente do jogador detalha a procura do diretor de futebol Alexandre Gallo, com quem o filho jogou na seleção brasileira sub-20, e agradece a ele pelo esforço na contratação do garoto. O Galo apresentou duas ofertas de empréstimo por Gerson.

"Foi uma negociação direta entre os clubes e eu me envolvi muito pouco. Eu e o Gerson entraríamos no negócio se houvesse acerto entre os clubes. Agradeço demais ao Alexandre Gallo por todo o interesse em contar com o futebol do meu filho e por todo o esforço feito", disse ao UOL Esporte.

"Agradecer também ao Atlético, esse grande clube, pelo interesse. Quando grandes clubes, como Atlético e Fiorentina se interessam pelo trabalho do Gerson, temos a certeza de que estamos no caminho certo", acrescentou.

Embora houvesse o interesse de jogar no Brasil para ficar mais próximo de uma convocação à seleção, Gerson crê que pode conseguir este feito também no futebol da Itália.

"Esse é o nosso grande objetivo. É o norte da carreira do Gerson daqui pra frente. Jogar e ter sequência para representar o nosso país. O sonho dele é participar desse novo ciclo que se inicia na seleção brasileira. Entendemos que seria importante seguir na Europa para estar mais perto dos principais jogadores do mundo e para que o Gerson siga evoluindo técnica e taticamente. Desde que chegamos à Europa, traçamos objetivos para a carreira do Gerson. E o de momento é chegar à seleção. Temos total certeza que a Fiorentina irá nos ajudar", afirmou Marcão, como o pai e representante do jogador é conhecido.

"Sem dúvida [a decisão de ir à Fiorentina] foi um consenso. Desde que chegamos à Roma, sempre decidimos as situações em conjunto. Temos um relacionamento maravilhoso com a diretoria da Roma e um carinho muito grande por tudo aquilo que fizeram por nós desde que chegamos à Europa. A decisão, nossa e da Roma, foi a melhor para a carreira do Gerson nesse momento", acrescentou.

Futebol