PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-chefe de polícia será julgado por homicídios na tragédia de Hillsborough

Torcedores do Liverpool foram vítimas da super lotação no estádio - David Cannon/Allsport
Torcedores do Liverpool foram vítimas da super lotação no estádio Imagem: David Cannon/Allsport

Do UOL, no Rio de Janeiro

29/06/2018 10h21

Ex-chefe do departamento de polícia de South Yorkshire, David Duckenfield será processado e julgado por homícidio. Ele estava no comando das ações durante a final da FA Cup de 89, quando 96 torcedores morreram no episódio que ficou conhecido como "Tragédia de Hillsbrough".

Na ocasião, 96 torcedores do Liverpool morreram e outros 766 ficaram feridos por conta da super lotação no estádio de Sheffield, na Inglaterra.

Outras quatro pessoas foram implicadas no caso, e o juiz Peter Openshaw rejeitou os apelos da defesa para que estes envolvidos fossem dispensados do processo.

Duckenfield enfrenta 95 acusações de homicídio culposo por negligência. O indiciamento acusa o o ex-chefe de violar seu dever de “tomar cuidado razoável com a segurança daqueles que compareceram ao estádio de Hillsborough como espectadores em relação aos perigos da superlotação e consequente esmagamento”.

A pena de homicídio culposo na Inglaterra pode levar à prisão perpétua. O primeiro julgamento de Duckenfield acontecerá no dia 10 de setembro.

Futebol