PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após saída de Iniesta, técnico do Barcelona diz que o meia é insubstituível

Iniesta é substituído e aplaudido de pé pela torcida na final da Copa do Rei contra o Sevilla. - REUTERS
Iniesta é substituído e aplaudido de pé pela torcida na final da Copa do Rei contra o Sevilla. Imagem: REUTERS

Do UOL, em São Paulo

28/04/2018 13h46

O treinador do Barcelona, Ernesto Valverde, afirmou, neste sábado (28), que o meio-campista Andrés Iniesta, 33, é insubstituível. O jogador anunciou na sexta-feira (27) que deixará o clube espanhol no meio do ano.

“Iniesta é insubstituível. Ele é o único de um tipo. Ele te dá coisas que você não pode conseguir em qualquer outro jogador”, declarou o técnico azul e grená, nas redes sociais do Barcelona.

A afirmação de Valverde une-se a outras homenagens que Iniesta recebeu desde que confirmou, às lágrimas, a saída do clube que o revelou. O provável destino do meio-campista, que não irá se aposentar, será algum clube da China.

O meio-campista jogou por 16 temporadas na equipe, boa parte delas como titular absoluto, e deixa um legado de conquistas no Camp Nou. Quatro títulos da Liga dos Campeões, três Mundiais de Clubes, seis Copas do Rei e, provavelmente, nove Campeonatos Espanhóis --ele tem oito, mas o Barcelona está perto de vencer o nono neste ano.

Ao longo da carreira, ele por mais de uma ocasião também foi cotado para vencer o prêmio de melhor jogador do mundo. Não obteve, porém, devido à disputa polarizada, no período, entre Cristiano Ronaldo e Messi.

Futebol