PUBLICIDADE
Topo

Oferta chinesa faria de Wenger o técnico mais bem pago do mundo, diz jornal

Francês receberia mais que os R$ 114,5 mi por ano de Marcello Lippi; destino é incerto - Sven Hoppe/dpa via AP
Francês receberia mais que os R$ 114,5 mi por ano de Marcello Lippi; destino é incerto Imagem: Sven Hoppe/dpa via AP

Do UOL, em São Paulo

27/04/2018 15h39

Arsène Wenger poderá se tornar o técnico mais bem pago do mundo caso aceite assumir uma equipe do futebol chinês. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo jornal britânico Daily Mirror.

Aos 68 anos, Wenger tem recebido diversas ofertas – entre oficiais e sondagens – desde que anunciou que deixará o Arsenal no final da temporada 2017/2018 do futebol europeu. A maior delas, de acordo com o jornal, vem justamente da China.

Clube interessado e valores não foram revelados. No entanto, o jornal afirma que o salário de Wenger na nova equipe superaria os 24 milhões de libras (pouco mais de R$ 114,5 milhões) que Marcelo Lippi recebe por ano para comandar a seleção chinesa desde 2016. Segundo levantamento de 2017 do site Business Insider, o italiano tem o maior salário do mundo entre os técnicos de futebol.

A possível oferta, porém, terá concorrência. Segundo o próprio Daily Mirror, Wenger prefere assumir um clube na França ou na Espanha e “gostaria de trabalhar com uma equipe que possa ajudá-la a crescer”. O Paris Saint-Germain está entre os cotados, embora Thomas Tuchel seja o favorito para ocupar a vaga de Unai Emery.

Futebol