PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Técnico do Sevilla nega ter barrado Ganso e justifica: 'estava lesionado'

Ganso passou últimos três meses fora do elenco. Meia voltou ao grupo nesta semana - Srdjan Zivulovic /Reuters
Ganso passou últimos três meses fora do elenco. Meia voltou ao grupo nesta semana Imagem: Srdjan Zivulovic /Reuters

Do UOL, em São Paulo

26/04/2018 13h15

O técnico do Sevilla, Vincenzo Montella, deu sua versão para o longo afastamento de Ganso do elenco. O meia retomou as atividades com o grupo na terça-feira, após ser retirado dos demais em fevereiro. O treinador nega que Ganso tivesse sido barrado e justifica dizendo que o atleta estava lesionado.

Montella não informou qual foi a lesão que afastou Ganso dos treinos com o elenco.

“Ganso é um jogador de enorme talento. Ele não treinou com o grupo durante três meses porque tinha um problema. Quando um jogador fica parado por um mês, logo necessita de 40 dias para entrar em sintonia. Não sou médico, mas creio que tinha sido um problema físico. Para mim é um prazer treinar os jogadores. Ele estava lesionado. Tinha um problema físico”, declarou.

O meia deverá ser relacionado para a partida do Sevilla contra o Levante, nesta sexta, pelo Espanhol.

Ganso não atua no Sevilla desde a derrota para a Real Sociedad, em 20 de dezembro. O meia não foi relacionado por Montella nem sequer uma vez desde a sua chegada ao clube.

Ganso havia sido retirado do elenco em fevereiro. Ganso e seu estafe buscaram a rescisão do contrato, mas o Sevilla rejeitou abrir negociação.

Em meados de março, Ganso começou a trabalhar à parte do elenco. O Sevilla nem sequer elaborava programação de atividades para Ganso, que preparava sua própria série de exercícios no clube.

Futebol