PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Conselho e torcida pedem briga até o fim ao Palmeiras, mas sem "nova final"

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

25/04/2018 04h00

O Palmeiras ainda não tomou uma decisão sobre o que fazer no caso de uma eventual vitória jurídica que impugne a final do Paulista contra o Corinthians por interferência externa. O presidente do clube, no entanto, já ouve diversas sugestões para que o time se recuse a entrar em campo. A ideia de torcedores e conselheiros que deram essa ideia é que o Palmeiras apenas mostre a todos que houve irregularidade e minimize a importância da taça.

Os que defendem essa atitude, inclusive, reforçam os pedidos para que o time dispute o Estadual de 2019 com reservas. Em entrevista dada ao UOL Esporte na última terça, Alexandre Zanotta, diretor jurídico do time, afirmou que o tema só será discutido após a decisão do Tribunal. Internamente, o entendimento é que oficializar a postura contrária à disputa a uma nova final poderia prejudicar o clube no andamento do processo.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, leia a coluna De Primeira.

Futebol