PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vaiado, Barbieri encara decisão na Liberta e pode definir seu futuro no Fla

Mauricio Barbieri foi vaiado na vitória do Flamengo sobre o América-MG - Thiago Ribeiro/AGIF
Mauricio Barbieri foi vaiado na vitória do Flamengo sobre o América-MG Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/04/2018 04h00

A primeira experiência de Maurício Barbieri no comando interino do Flamengo diante da torcida certamente não foi a que sonhou. Embora tenha vencido o América-MG por 2 a 0, no último sábado, no Maracanã, o jovem comandante rubro-negro já pôde conhecer as vaias dos rubro-negros.

No segundo tempo, ele sacou o jovem Vinicius Júnior, que havia dado a assistência para o primeiro gol de Henrique Dourado, e foi chamado de “burro”.

No embarque da equipe para a Colômbia, onde nesta quarta-feira o Flamengo enfrenta o Santa Fé (COL) em jogo decisivo pela Copa Libertadores, sofreu uma cobrança de um torcedor no saguão do aeroporto e, em imagem da TV Globo, nota-se que ele chega a parar sua caminhada e cogitar um princípio de bate-boca, até o homem ser retirado por seguranças do clube.

Após a vitória sobre o América-MG, Barbieri encarou com naturalidade os protestos e explicou a substituição de Vinicius Júnior.

“Entendemos o direito da torcida de se manifestar. Claro que ela quer que a equipe vá para cima, busque o gol. É nossa ideia inicial, mas temos que ter a leitura do que está acontecendo. Tivemos um jogo complicado contra o Vitória, desgastante. O Vinicius não vinha fazendo 90 minutos corriqueiramente. Ele sentiu o desgaste, caiu de produção e precisávamos ter segurança, o controle do jogo. Por isso a mudança”, justificou.

Ainda em “período de teste” no comando da equipe rubro-negra, Barbieri deixou seu futuro nas mãos da diretoria: “Neste momento, sou a pessoa responsável por dirigir a equipe. Assim que encaro e coloco toda minha dedicação neste intuito. Essa decisão não cabe a mim, cabe a direção. Sigo me dedicando para que o Flamengo siga vencendo os jogos”.

Mauricio Barbieri está como técnico interino do Flamengo desde a demissão de Paulo César Carpegiani no fim do mês passado.

Futebol