PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras tenta usar experiência de Dracena como antídoto contra "apagões"

Edu Dracena será titular do Palmeiras pela primeira vez na temporada - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Edu Dracena será titular do Palmeiras pela primeira vez na temporada Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

21/04/2018 04h00

Os três jogos sem vencer do Palmeiras na temporada têm um ponto claro em comum: vacilos defensivos que fizeram com que boas vantagens evaporassem em momentos cruciais da partida. E a solução que o técnico Roger Machado vai tentar para solucionar o problema é a entrada no time de um dos atletas mais experientes do elenco. Edu Dracena, 36 anos, tomou a posição de Thiago Martins e será titular pela primeira vez no ano contra o Internacional, neste domingo (22), pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Roger tem batido na tecla de que os erros têm tido um viés muito mais coletivo do que individual, e recentemente defendeu as atuações de seus zagueiros. Ele também já disse que não considera Antônio Carlos, 25 anos, e Thiago Martins, 23, inexperientes. Mas resolveu se voltar para Dracena, que só jogou 45 minutos em toda a temporada, no segundo tempo da vitória por 5 a 0 sobre o Novorizontino no Paulistão, para tentar parar de levar gols evitáveis.

No primeiro jogo da série sem vencer, a final do Paulista contra o Corinthians, Antônio Carlos foi driblado por Mateus Vital logo no primeiro minuto de jogo e Marcos Rocha errou na cobertura, deixando o meia cruzar para Rodriguinho marcar. Já contra o Boca Juniors, na Libertadores, Marcos Rocha levou um lançamento nas costas e Antônio Carlos errou o tempo de bola ao tentar cortar, possibilitando o cruzamento para o gol de empate de Tevez já nos acréscimos.

Por fim, no jogo mais recente, diante do Botafogo pelo Brasileirão, mais um gol tomado nos minutos finais após falha da defesa. Felipe Melo e Thiago Martins perderam duelos aéreos sucessivos na área e ficaram só assistindo quando Igor Rabello chutou para decretar o empate por 1 a 1.

Roger deixou claro em sua entrevista na última sexta-feira que a rodagem de Edu Dracena é o principal motivo pelo qual ele entra no time agora. O treinador deu a entender que, tecnicamente, considera o zagueiro do mesmo nível de Thiago Martins e Antônio Carlos, mas que sua experiência é o fator que ele procura para equilibrar o time em um momento de pressão e manter a concentração acesa durante os 90 minutos.

Até por isso, Dracena passou na frente de outras opções mais jovens que Roger tem no banco, como Juninho, Luan e Emerson Santos. Os três zagueiros foram contratados no ano passado com a meta de desenvolvê-los no clube para substituir o colombiano Yerry Mina em um futuro próximo, mas praticamente não têm recebido oportunidades em 2018.

Após uma pré-temporada mais longa que os demais, a fim de evitar lesões no decorrer do ano, Dracena deve enfrentar no domingo um ataque veloz do Inter, que certamente jogará tentando explorar o contragolpe. A bola rola a partir das 16h, no Pacaembu.

Futebol