PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São Paulo pede Evander para emprestar Diego Souza ao Vasco

Troca-troca? São Paulo pode trocar Diego Souza por Evander com o Vasco - Marcello Zambrana/AGIF e Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Troca-troca? São Paulo pode trocar Diego Souza por Evander com o Vasco Imagem: Marcello Zambrana/AGIF e Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Bruno Braz, Bruno Grossi, José Eduardo Martins e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro e em São Paulo

20/04/2018 20h35

Além de querer ver o Vasco melhorar as condições financeiras da proposta feita por Diego Souza, o São Paulo impôs uma condição para emprestar o jogador: quer o jovem meia Evander, de 19 anos. O pedido feito pelos são-paulinos divide opiniões entre a diretoria vascaína. Embora tenha sido criticado por parte da torcida nos últimos jogos, o jogador é visto como um ativo do Cruzmaltino e que pode despontar a qualquer momento.

A atual gestão coloca como exemplo a situação recente envolvendo Mateus Vital, de 18 anos, que também chegou a receber vaias em São Januário, foi vendido ao Corinthians por R$ 8 milhões na administração Eurico Miranda e agora é um um dos destaques do time do Parque São Jorge na temporada.

No que se refere a Diego Souza já está tudo certo. O meia-atacante tem o desejo de retornar ao Vasco, onde goza de prestígio junto ao torcedor que faz campanha por sua volta desde quando passou a ser preterido no São Paulo pelo técnico Diego Aguirre. Em São Januário ele também poderá ficar mais próximo da família, que é do Rio de Janeiro.

Não está descartado, porém, que o Vasco ofereça outro jogador ao Tricolor caso entenda que Evander não esteja negociável neste momento. O jovem meia vascaíno coleciona passagens por seleções brasileiras de base e sempre foi visto como uma das grandes promessas do clube. O jogador, porém, ainda não conseguiu demonstrar uma regularidade no profissional, alternando partidas de destaque com outras abaixo da crítica. Ele tem 46 jogos e cinco gols.

Diego Souza em baixa no São Paulo

Diego chegou ao Tricolor com status de estrela. Tinha a missão de substituir Lucas Pratto, artilheiro do clube paulista no ano passado e vendido ao River Plate, e o desejo de ser convocado para a Copa do Mundo de 2018. O que se viu em 17 partidas, no entanto, foi um jogador atuando em nível abaixo do que era mostrado com a camisa do Sport até 2017 e que estava nos planos de Tite para a seleção brasileira.

Até aqui, o camisa 9 marcou somente três gols. Começou como centroavante, mas com a saída de Dorival Júnior declarou que gostaria de jogar um pouco mais recuado. O atual técnico, Diego Aguirre, não se empolgou com o atleta. Ainda assim, resolveu dar chance a ele na última quinta-feira, quando o time acabou eliminado da Copa do Brasil para o Atlético-PR. Diego também participou da queda para o Corinthians no Campeonato Paulista, inclusive perdendo sua cobrança na decisão por pênaltis.

No Vasco, Diego foi campeão da Copa do Brasil de 2011 e saiu após a Copa Libertadores da América de 2012, quando ficou marcado por perder gol em contra-ataque cara a cara com Cássio, no Pacaembu, também contra o Corinthians. Os cruz-maltinos sentem a necessidade de ter um reforço experiente para um time tomado por jovens e que até aqui soma apenas um ponto na fase de grupos da Libertadores. Na quinta, a equipe foi goleada na Argentina pelo Racing por 4 a 0.

Nesta sexta-feira, apenas os reservas do São Paulo treinaram no CT da Barra Funda. E Diego, que jogou 32 minutos contra o Atlético-PR, não participou do trabalho. O clube paulista informou que foi uma decisão da comissão técnica, mas que não tem relação com qualquer possibilidade de negócio.

Futebol