PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mourinho diz não se arrepender de brigas e espera que Wenger siga carreira

Mourinho e Wenger têm um histórico de encontros explosivos - Stefan Wermuth/Reuters
Mourinho e Wenger têm um histórico de encontros explosivos Imagem: Stefan Wermuth/Reuters

Do UOL, em São Paulo

20/04/2018 10h14

Após o anúncio da saída de Wenger do Arsenal, o técnico José Mourinho falou que não se arrepende das brigas com o treinador e quer que ele siga trabalhando. Nesta sexta-feira (20), o comandante publicou uma carta no site oficial do clube anunciando a decisão de encerrar o longo trabalho ao final da atual temporada.

“Não se trata de arrependimentos”, disse Mourinho quando perguntado sobre os desentendimentos com Wenger. “É uma pergunta típica de quem não está ao nosso lado. Você não era um jogador ou um técnico. Então você não sabe como nos respeitamos mesmo quando isso acontece. Aqueles que respeitam uns aos outros são os únicos com problemas”, disse o treinador do Manchester United.

“Se ele está feliz, eu estou feliz. Se ele está triste, eu estou triste. Eu sempre desejo o melhor para os meus oponentes. Por isso que, para mim, este é o ponto. Se ele está feliz com essa decisão e já está seguindo um novo capítulo da sua carreira, eu também estou. Eu espero que ele não se aposente do futebol”, acrescentou.

Ambos os treinadores têm um histórico de encontros explosivos nos comandos de suas respectivas equipes.

No período em que comandou o Arsenal, Wenger de 68 anos, conquistou três títulos do Campeonato Inglês, incluindo uma temporada em que o clube terminou o campeonato invicto (2003-04), além de sete Copas da Inglaterra.

Os últimos anos, no entanto, foram complicados para a equipe. O Arsenal conquistou o Inglês pela última vez há 14 anos e esta temporada está próximo de ficar fora da Liga dos Campeões pela segunda vez consecutiva.

A única chance de conseguir a vaga na Liga dos Campeões é conquistar o título da Liga Europa, competição em que o time enfrentará o Atlético de Madrid nas semifinais.

Futebol