PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Hernanes mantém esperança em convocação para seleção e na recuperação do SP

O meia Hernanes vai disputar o Campeonato Chinês, que começa neste fim de semana - reprodução/Instagram
O meia Hernanes vai disputar o Campeonato Chinês, que começa neste fim de semana Imagem: reprodução/Instagram

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

27/02/2018 04h00

Apesar de Hernanes ter disputado apenas 19 jogos com a camisa do São Paulo em 2017, não é exagero dizer que o meio campista foi o principal destaque positivo do clube no ano. Com nove gols e importante participação nos bastidores, ele se tornou líder na recuperação do Tricolor durante o Campeonato Brasileiro. Tal desempenho fez com que a admiração pelo jogador aumentasse no Morumbi e chamou a atenção do técnico Tite, que o elogiou no fim do ano. Por tudo isso, não é de se admirar que agora no Hebei Fortune, da China, o Profeta ainda mantenha a esperança de ser convocado para disputar a Copa da Rússia.

"Para ser sincero, tenho esperança, até porque se não for agora... Nesta sexta-feira é a última convocação antes da Copa, tenho esperança, estou ansioso, na expectativa", disse Hernanes, em entrevista exclusiva ao UOL Esporte.

Além de ficar de olho na lista de Tite, o jogador também não se esquece dos ex-companheiros de São Paulo. Do outro lado do mundo, ele observa o desempenho do Tricolor no Campeonato Paulista. Mesmo com a crise no Morumbi e o risco de o treinador Dorival Júnior perder o emprego, ele adota o discurso otimista para profetizar o futuro do São Paulo.

"Não acho que o São Paulo dependa de mim. O time é líder. Perdeu jogos, mas é um processo normal. A equipe é forte e eu acredito muito. Chegaram bons jogadores e não vejo motivo para se preocupar. São coisas que acontecem normalmente, o importante é que ainda está na liderança e vai fazer um bom campeonato", previu o meia.

Confira abaixo os principais trechos da entrevista exclusiva com Hernanes:

Elogios feitos por Tite

Hernanes disputou a Copa do Mundo de 2014 - Reprodução - Reprodução
Hernanes disputou a Copa do Mundo de 2014
Imagem: Reprodução
Eu vi. Foi bom para saber que ele me conhecia, sabe das minhas características, estava sendo observado, que estou no radar. Surgiu como uma possibilidade, para dar a esperança de ser chamado para disputar a Copa. Foi importante para saber que não estava esquecido

Espaço na seleção

Sim, acho que tenho espaço para encaixar na seleção. Acredito que tenho espaço, até pelo que já demonstrei ao longo da carreira, pela boa fase que demonstrei no ano passado, pelas minhas características, posso ser um nome.

Vai ficar acordado e ver a convocação?

Vou seguir a rotina normal. Se na hora não estiver com sono, vejo pela internet. Vou ter jogo no dia seguinte, e, independentemente de saber se eu vou ser convocado ou não, vou ter de estar bem para o sábado. Vou deixar o telefone no silencioso (risos).

Nota da redação: A estreia no Campeonato Chinês será no sábado (3), contra o Tianjin Teda, fora de casa, às 8h35 (horário de Brasília).

Futuro

Estou querendo viver o momento, viver esse ano, bem motivado, bem fisicamente, eu me sinto muito jovem e cheio de energia para fazer uma grande temporada. Tenho mais dois anos de contrato. se renovar será ótimo. Caso não renove, veremos.

São Paulo

Não tenho acompanhado muito, porque só agora consegui dar um jeito na internet que não funcionava. Fiquei sabendo dos últimos resultados, mas é um processo normal,. o grupo foi reformulado, acontecem esses percalços. Mas o importante é manter a liderança do grupo.

Carinho da torcida tricolor e pedido de retorno

O carinho é legal, por ser uma lembrança. Foi tão rápido que ficou um gostinho de quero mais. O pedido é uma demonstração de carinho comigo.

Adaptação rápida ao futebol brasileiro e desejo de repetir filme na China

Sempre você tenta tirar as coisas da teoria, do papel, para a prática. Estou muito contente, bem e imagino um grande ano, mas quem sabe se vai ser assim? No ano passado também me sentia muito bem e graças a Deus tudo aconteceu na prática.

2017

Para mim, independentemente de não ter título, foi um dos melhores momentos da minha carreira. Uma coisa é você querer realizar algo e outra saber como realizar. Ver aquilo realizado é muito gratificante. Trabalhar em todo o processo, foi um ano de buscas para a performance, isso me satisfez. Espero repetir.

Campeonato brasileiro até 2010 e hoje em dia

Hernanes - false - false
Hernanes foi destaque do São Paulo, em 2017
Acho que está no patamar parecido. Sinto falta de grandes nomes, porque na minha época ainda tinha Adriano, Ronaldo que davam um peso maior... Tinham grandes ídolos. Mas acho que evoluiu a parte tática. Só acho que faltam esses grandes nomes. Até porque também antes de eu começar a jogar vi Juninho Pernambucano, Romário... Agora não são tantos grandes nomes.

Adaptação ao futebol chinês

Ainda não teve adaptação. Disputei um amistoso no fim de semana, antes fizemos a pré-temporada na Espanha e Rússia. No campeonato não vai ter tempo de ter adaptação. Estou feliz, contente, porque treinamos bem e forte.

Nota da redação: O Hebei disputou seis amistosos na pré-temporada, ganhou cinco e perdeu um. Hernanes marcou quatro gols e deu uma assistência.

Contratação Mascherano e estrangeiros

Logo de cara, posso dizer que ele é um jogador de grande qualidade e sustância na marcação, ajuda na saída de bola. É um grande reforço, está jogando muito e foi uma ótima contratação. Nós [estrangeiros] tentamos ajudar na medida que vemos algo que pode ser melhorado, vamos passando para os meninos, falando comunicando, está sendo bacana essa interação. Tem também a concorrência, são quatro estrangeiros no elenco, três podem jogar e um jogador com idade sub-23. São poucas vagas e temos de estar bem e aproveitar as chances.

Nível do futebol chinês

Para tudo é preciso tempo, a liga se profissionalizou há pouco tempo, está no início de um processo, não dá para comparar com Brasil e com Europa. Está no início de um processo de evolução.

Campeonato chinês

Acho que vai ser interessante. Tem Guangzhou, que tem ganhado títulos, o Shanghai, o Shandong Luneng, o time do Pato [Tianjin Quanjian], o nosso [Hebei], o do Renato Augusto [Beijing Guoan] e outros clubes também. Fizemos amistoso com um time forte no último fim de semana e será um campeonato forte, mas queremos estar na briga pelo título.

Nota da redação: O Hebei ganhou do Changchun por 2 a 0, no último sábado.

Brasileiros na China

Tenho pouco contato, mas conversamos de vez em quando. A China é muito grande.

Alimentação

Tem a parte mais fácil, que é em casa, onde eu me viro bem. Mas agora, por exemplo, estamos concentrado e fica um pouco mais complicado. No ano passado, tentei comer algumas coisas e não caíram bem. Então não me arrisco muito, tento comer as comidas normais, que são pasta [macarrão] e frutas. Como nós cozinhamos a pasta de maneira diferente do que os chineses, eu levo a minha, coloco dentro da água fervendo e está pronto. É muito mais simples. Trago do Brasil também o arroz com feijão e em casa consigo fazer o rango que eu gosto.

Futebol