PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jogo em Alagoas tem massagista expulso por dar 'rasteira' em assistente

Do UOL, em São Paulo

26/02/2018 18h35

Uma expulsão inusitada marcou a partida entre Coruripe e Santa Rita, no último sábado, no Estádio Gerson Amaral, pelo Campeonato Alagoano. Segundo a súmula do árbitro Denis Ribeiro Serafim, houve uma agressão a um de seus assistentes, Esdras Mariano.

O autor da infração, de acordo com o relato, foi Betinho, o massagista do Coruripe, durante reclamação por um gol anulado do time da casa. Ele teria dado uma "rasteira" no bandeirinha.

"Expulsei do campo de jogo o massagista da equipe Coruripe, o Sr. Luiz Roberto dos Santos, aos 40 minutos do segundo tempo, após a marcação de um impedimento pelo assistente de nº 1, o Sr. Esdras Mariano. O massagista colocou propositalmente o pé para o assistente cair. Informo que o massagista saiu sem maiores (sic) problemas", descreve a súmula da partida.

Serafim teve trabalho no duelo, pela sétima rodada do Alagoano, e precisou distribuir 12 cartões amarelos e um vermelho (para Carlos Henrique, do Santa Rita). Além do massagista do Coruripe, um gandula, Claudemir Batista dos Santos, também foi excluído do campo. Houve relatos de ofensas à arbitragem por parte de um roupeiro da equipe mandante.

Mesmo com um jogador a mais em campo desde os 28 minutos do primeiro tempo, o Coruripe perdeu em casa por 2 a 1 para o Santa Rita, penúltimo colocado do Estadual, e ainda teve dois gols anulados por impedimento.

Futebol