PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Guardiola: "O título é do Manchester City, não meu"

Guardiola orienta equipe na final da Copa da Liga Inglesa contra o Arsenal - Glyn Klirk/AFP
Guardiola orienta equipe na final da Copa da Liga Inglesa contra o Arsenal Imagem: Glyn Klirk/AFP

Do UOL, em São Paulo

25/02/2018 17h07

O técnico Pep Guardiola se disse feliz após conquistar neste domingo (25) o primeiro título à frente do Manchester City, mas fez questão de dividir os méritos. O time levantou a taça da Copa da Liga Inglesa ao bater o Arsenal por 3 a 0 no Estádio de Wembley. 

“É importante. Estamos muito felizes. Parabéns a todos do Manchester City e aos nossos torcedores. Esse troféu é do Manchester City, não meu”, declarou o espanhol.

A equipe de Manchester também está bem perto do título do Campeonato Inglês (lidera com 13 pontos de vantagem para o segundo colocado) e vem bem na Liga dos Campeões (o 4 a 0 no jogo de ida contra o Basel praticamente assegurou a vaga nas quartas de final do torneio). Por outro lado, no último dia 19 os comandados de Guardiola foram surpreendidos pelo Wigan e eliminados da Copa da Inglaterra.

“Foi muito importante vencer a Copa da Liga, porque jogamos 10 contra 11 diante do Wigan por 45 minutos (Delph foi expulso) e não foi fácil. Mas agora é nos concentrarmos na Premier League, em que vamos tentar vencer os jogos que nos restam, e na Liga dos Campeões também”, comentou o técnico.

Um dos destaques do time de Manchester, o belga De Bruyne repetiu o discurso do espanhol. “Fizemos uma boa temporada até aqui e precisamos continuar assim. Conseguimos um título e temos que manter o foco na Premier  League e na Liga dos Campeões”, afirmou. “O potencial deste clube é incrível, e a maneira que jogamos provavelmente é uma das melhores do mundo”.

Sobre a partida contra o Arsenal, chamou atenção a jogada do gol de Agüero, que abriu o placar depois de um chutão do goleiro Bravo, e não após tramas e toques bem trabalhados, como costuma acontecer nas equipes de Guardiola. “Futebol é futebol. Você não pode controlar tudo. É futebol”, comentou o treinador sobre o lance.

O City volta a campo na próxima quinta-feira (1), quando volta a enfrentar o Arsenal, agora no Emirates Stadium, pela Premier League. 

Futebol