PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Torcida do Liverpool chama Evra de mentiroso por caso de racismo em 2011

Evra durante seu anúncio como reforço do West Ham - West Ham United FC/West Ham United via Getty Images
Evra durante seu anúncio como reforço do West Ham Imagem: West Ham United FC/West Ham United via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

24/02/2018 22h40

O defensor Patrice Evra, 34, do West Ham, foi hostilizado pela torcida do Liverpool na derrota de sua equipe por 4 a 1 neste sábado (24), fora de casa, pela Premier League. Das arquibancadas, o jogador foi chamado de mentiroso por ter se envolvido, em 2011, em um caso em que foi ofendido de forma racista por Luis Suarez.

A informação é do jornal inglês “Daily Mail”.

O uruguaio, que à época vestia a camisa do Liverpool, sofreu suspensão de oito partidas e multa de R$ 180 mil por decorrência do episódio com Evra, que, naquele momento, defendia o Manchester United. Suarez foi condenado por fazer insultos sobre a cor da pele do adversário, que é negro.

“Eu ouvi [as ofensas das arquibancadas] durante o jogo”, disse o técnico do Liverpool, Jurgen Klopp, à publicação britânica. “Eu não tenho a mesma história com o jogador do West Ham do que os torcedores do Liverpool. Eu não posso dizer a respeito do assunto”, complementou.

Evra deixou o gramado, após o final da partida, sem comentar as hostilidades.

Futebol