PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio fará novos exames e reacende possibilidade de contratar uruguaio

Gonzalo Carneiro, centroavante do Defensor-URU, volta a ser alvo do Grêmio - Divulgação/Defensor-URU
Gonzalo Carneiro, centroavante do Defensor-URU, volta a ser alvo do Grêmio Imagem: Divulgação/Defensor-URU

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

24/02/2018 15h57Atualizada em 24/02/2018 17h26

O Grêmio fará novos exames no centroavante Gonzalo Carneiro, de 22 anos. No Uruguai, antes da partida contra o Defensor, na próxima terça-feira pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores, o clube gaúcho avaliará a possibilidade de retomar negociações para contratar o jogador.

Ele chegou a se acertar com o clube gaúcho. Porém, não foi aprovado nos exames médicos realizados em fevereiro. Os problemas no púbis inviabilizaram a finalização do acordo. O novo exame ocorrerá nesta segunda-feira, conforme confirmou o UOL Esporte. 

Carneiro marcou 10 gols no último Campeonato Uruguaio e chamou atenção do Grêmio. Com o contrato perto do fim no Defensor, o Tricolor negociou para obter liberação imediata. Houve um acordo para compra de metade dos direitos por cerca de 1 milhão de dólares (R$ 3 milhões na cotação atual), mas a lesão no púbis fez o Grêmio recuar.

O contrato do jogador vence em julho e é possível que o Tricolor firme sua contratação através de um pré-contrato. Desta forma, a saída do Defensor se daria de forma gratuita.

O clube uruguaio confirma a aproximação gremista e pretende ao menos conseguir algum valor no negócio.

Independente de firmar ou não a contratação, Carneiro dificilmente conseguirá ser inscrito em tempo hábil de disputar a primeira fase da Libertadores. A relação de jogadores do Grêmio já será entregue na segunda-feira.

Atualmente ele se recupera da pubalgia e ainda não trabalhar com os demais jogadores do Defensor. Segundo a imprensa uruguaia, o São Paulo também tem interesse na contratação dele. 

Com o anúncio de Hernane Brocador na última semana e Jael no grupo, o Tricolor não esconde a necessidade de ter mais um centroavante disponível. No início deste ano, Cícero atuou improvisado na posição. 

Futebol