PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Presidente demite Ricardinho do Londrina, mas volta atrás em minutos

Ricardinho foi demitido e comunicado da saída, mas ficou no Londrina após arrependimento de dirigente - Gustavo Oliveira/Londrina EC
Ricardinho foi demitido e comunicado da saída, mas ficou no Londrina após arrependimento de dirigente Imagem: Gustavo Oliveira/Londrina EC

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

23/02/2018 11h24

A eliminação do Londrina para o Ceará, com gol no último minuto do jogo válido pela Copa do Brasil (2 a 1) custou o cargo de técnico ao pentacampeão Ricardinho, ídolo de Corinthians, Santos e Paraná - mas só por alguns minutos. A revelação foi feita pelo presidente da empresa que faz a gestão do futebol do Londrina, Sérgio Malucelli.

"Demiti a comissão técnica toda. Foi um momento em que eu estava muito nervoso, já desci louco da cara. Porque além de ser um torcedor do Londrina, eu sou investidor. Isso paga um mês. É um mês nosso que eu perdi, é difícil aceitar isso. E antes de entrar no vestiário eu já chamei o Maurício (Trombetta, supervisor de futebol) e falei: manda todo mundo embora", contou o gestor em entrevista à Rádio Paiquerê AM.

Ao ser questionado pelo apresentador do programa se Trombetta havia cumprido a ordem, Malucelli respondeu: "Ele comunicou o Ricardinho", disse o gestor, que em seguida diz ter se arrependido da decisão. "E aí você começa a pensar, e o Claudinho (Cláudio Canuto, presidente do clube social) sentou comigo e falou, 'eu pedi pra você mandar o Tencati embora várias vezes, hoje eu estou pedindo para você segurar o Ricardinho, que é o menos culpado de tudo isso'.", explicou Malucelli. Trombatte referiu-se a Claudio Tencati, que ficou seis anos no comando do time e hoje está no Atlético-GO.

Mas nem todo mundo acabou escapando de uma nova decisão do gestor após a eliminação do time, que impediu que o Londrina faturasse R$ 1,4 milhão se avançasse à terceira fase da Copa: "Aí eu demiti o preparador físico", disse Malucelli, anunciando a saída de George Castilho.

O UOL Esporte entrou em contato com Ricardinho, que pediu para não falar sobre o assunto.

O Londrina ficou na terceira posição do Grupo B no primeiro turno do Paranaense, eliminado antes das finais, com apenas uma vitória em seis jogos. A estreia no segundo turno será em 4 de março, contra o Prudentópolis, no Estádio do Café.

Futebol