PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Goleiro Aranha se apresenta ao Avaí e fala em 'terminar bem' a carreira

Aos 37 anos, goleiro chega a SC falando em disputar posição em novo clube - André Palma Ribeiro/Avaí FC
Aos 37 anos, goleiro chega a SC falando em disputar posição em novo clube Imagem: André Palma Ribeiro/Avaí FC

Do UOL, em São Paulo

23/02/2018 18h36

O Avaí apresentou nesta sexta-feira o goleiro Aranha, ex-Ponte Preta. Aos 37 anos, o atleta chega como reforço para o Campeonato Catarinense e para a Série B do Campeonato Brasileiro, no qual o time catarinense buscará o acesso à elite nacional.

Aranha rescindiu com a Ponte no início de fevereiro. Embora não fale especificamente sobre aposentadoria, o goleiro reconhece que a passagem pelo Avaí deve ser uma das últimas de sua trajetória como atleta profissional.

“Quero terminar bem (a carreira). Não quero passar vergonha. Estou à disposição da comissão técnica”, disse o experiente goleiro, segundo o site do Avaí. “Agora, tem que ter cuidado para não queimar etapas. Eu fiz a pré-temporada na Ponte Preta, parei depois da rescisão, mas estou preparado e à disposição. Por onde passei, só tive momentos bons. Espero ter aqui também.”

Com a contratação de Aranha, o Avaí passa a contar com cinco goleiros em seu elenco – além dele, o técnico Claudinei Oliveira conta também com Cláudio Vitor, Kozlinski, Léo Lopes e Rubinho para a posição. O reforço diz que não chega pensando em ser titular absoluto, e se colocou na disputa por uma vaga para atuar.

“Foi assim que eu conduzi a minha carreira inteira. Cada um tem a sua qualidade e pode ser importante para a equipe. O jogador precisa buscar sempre ser titular. Quando ele não busca mais a titularidade é porque o futebol não é mais interessante para ele. Todos aqui vão continuar buscando seu espaço e eu também”, declarou.

Em entrevista coletiva, Aranha foi bastante elogiado pelo presidente do Avaí, Francisco José Battistotti. Segundo o dirigente, o reforço chega com boas referências de seu último clube.

“Falei com o presidente da Ponte, mas só buscamos o Aranha a partir do momento em que ficou definida sua situação por lá. Acertamos e estamos muito contentes, torcendo para que ele nos ajude a chegar aos nossos objetivos”, afirmou Battistotti.

Revelado pela Ponte Preta, Aranha atuou no clube entre 1997 e 2009, conquistando o vice-campeonato paulista de 2008. Nos anos seguintes, passou Atlético-MG (foi campeão mineiro em 2009), Santos, Palmeiras (conquistou a Copa do Brasil de 2015) e Joinville. Em 2016, voltou à Ponte e foi vice do Paulistão no ano seguinte.

Futebol