PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Defensor ferrenho de Neymar, Xavi já provou que não esquece Barça e amigos

Xavi e Neymar quando jogavam juntos no Barcelona: espanhol é defensor ferrenho do brasileiro  - MARTIN BUREAU/AFP
Xavi e Neymar quando jogavam juntos no Barcelona: espanhol é defensor ferrenho do brasileiro Imagem: MARTIN BUREAU/AFP

Do UOL, em São Paulo

22/02/2018 04h00

Em meio a críticas de individualismo e pouca efetividade por sua atuação contra o Real Madrid, Neymar recebeu uma defesa nesta semana que chamou a atenção. Xavi, seu companheiro da época de Barcelona, não só classificou a derrota por 3 a 1 do PSG pelas oitavas da Liga dos Campeões de injusta como disse que o brasileiro foi melhor do que Cristiano Ronaldo, autor de dois gols na partida. Mais do que uma opinião divergente, a declaração expõe uma faceta do meia espanhol que joga desde 2015 no Qatar: ao do apego que ainda tem por seu ex-clube e seus amigos.

Nestes mais de dois anos longe do time que defendeu desde a sua juventude, Xavi virou uma espécie de comentarista de tudo que acontece no Barcelona. Não recusa entrevistas para falar sobre assuntos ligados ao clube e já deu palpite desde o desempenho na janela de transferências até à vontade de treinar o time em um futuro próximo. Mas se usa o tom crítico para lidar com questões gerais, com os amigos é mais do que elogioso. É um defensor ferrenho.

“Li em muitos artigos que Cristiano esteve melhor do que Neymar. Não! Não! É injusto. O que Ronaldo fez no jogo? Marcou uma penalidade e um gol de joelho. Mas e as situações perigosas criadas por Neymar? E os contra-ataques que ele lançou, o medo que ele semeou em Madri?”, disse Xavi enfaticamente ao site “So Foot” no último fim de semana.

Esta não foi a primeira vez que Xavi saiu em defesa de Neymar desde a sua ida para o PSG. Em meio a críticas por sua postura dentro e fora de campo, o meia espanhol disse no começo de fevereiro à “Rádio Montecarlo” que o brasileiro é um jogador especial e precisa ser preservado.

“É um líder nato no vestiário e em campo, alguém que sempre quer a bola para dar espetáculo e fazer coisas boas. Obviamente que tem tido episódios com os adversários que o provocam e ele reage pelo seu temperamento. Mas nada demais. É um jogador que o mundo do futebol precisa proteger porque cria espetáculo. Tem um potencial individual que não existe no mundo, exceto o Messi. Tem mentalidade muito brasileira de ver futebol e é interpretado como falta de respeito, mas é assim. Joga por diversão”, disse.

Nem mesmo a saída conturbada do Barcelona arranhou a imagem de Neymar com Xavi. “Temos que respeitar”, disse na época o jogador, que aposta a longo prazo no brasileiro como o melhor do mundo.

"Neymar é um líder incrível. No campo, é brutal. Ele tem personalidade e não se assusta. Isso é uma virtude. O que destaca o grande jogador de futebol é isso. Que nos momentos mais difíceis ele diga ‘me dê a bola’”, disse ao jornal espanhol “El Pais” em janeiro.

Com Messi e Guardiola até o fim

Xavi e Messi - AFP PHOTO/ JOSEP LAGO - AFP PHOTO/ JOSEP LAGO
Para Xavi, não há discussão: Messi é o melhor da história
Imagem: AFP PHOTO/ JOSEP LAGO
Não é só Neymar que faz Xavi ser contundente na argumentação. Desde que deixou o Barcelona, o meio-campista já concedeu diversas entrevistas defendendo o ex-companheiro Lionel Messi na comparação com Cristiano Ronaldo. Nem mesmo a melhor fase do português fez o espanhol reconsiderar sua posição

"Messi faz coisas em comparação com Cristiano. Messi é melhor. Se o Cristiano se considera o melhor jogador da história, tudo bem. Mas para quem viu treinar [Messi], não há comparação. Messi é o melhor da história e não veremos mais", disse à "Rádio Catalunha" em dezembro de 2017.

Hoje no Manchester City, o treinador Pep Guardiola é outro que recebeu palavras carinhosas de Xavi. A crítica por falta de títulos na primeira temporada, por exemplo, serviu de pretexto para o meio-campista exaltar o amigo em entrevista recente ao “Daily Mail”.

“O City está jogando com o DNA do Barcelona, mas isso não é uma surpresa. Pep tem o DNA do Barcelona e transmite isso para o Manchester City. O futebol que eles estão jogando é fascinante. Eles são o time mais em forma da Europa e, por mais que seus jogadores sejam bons, Pep tem que levar o crédito pelo futebol que estão jogando e a forma em que estão", disse.

Uma volta em breve?

Tamanha ligação com o Barcelona indica que Xavi deve voltar a ter algum tipo de relação oficial com o clube. O jogador já anunciou que encerrará a carreira ao final da temporada pelo As-Sadd e será treinador.

É pouco provável que ele siga o caminho de Rogério Ceni e assuma o comando de seu time de coração na primeira experiência, mas caso tenha o desejo de dar os primeiros passos na nova carreira no Camp Nou, terá que aparar arestas. Antes da atual temporada, ele se envolveu em polêmica com o presidente Josep Maria Bartomeu ao criticar as frustrações do clube no mercado. Mesmo há quase 5 mil quilômetros de distância, Xavi não deixa de ter sua influência no Barcelona.

Futebol