PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Brocador é apresentado no Grêmio e quer estrear no sábado: "Estou 100%"

Hernane Brocador (d) ao lado de André Zanotta, executivo de futebol do Grêmio - João Paulo Fontoura/Grêmio
Hernane Brocador (d) ao lado de André Zanotta, executivo de futebol do Grêmio Imagem: João Paulo Fontoura/Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

22/02/2018 18h30

Hernande Brocador foi apresentado pelo Grêmio na tarde desta quinta-feira (22). Aos 31 anos, o jogador se disse 100% e quer estrear no sábado, contra o Novo Hamburgo, pelo Gauchão.

"Quero agradecer a Deus pela oportunidade, ao Grêmio, ao André (Zanotta, executivo de futebol). Eu venho treinando há um tempo, estou bem fisicamente e sabemos que ritmo de jogo vem jogando. Possivelmente devo estar na partida. A parte física posso dizer que estou 100%. Fiz uma boa pré-temporada, comecei antes, porque o Grêmio começou depois em razão do Mundial. Estou muito bem, sim", disse.

O contrato vai até o fim do ano. Treinando desde o início da semana e com vínculo publicado no Boletim Informativo Diário (BID), ele já pretende ficar disponível.

"Eu espero que a adaptação comece o mais rápido possível. Pelo que deu para perceber, o time do Renato é bem treinado, trabalha a bola e vimos no jogo de ontem que a bola passa muitas vezes na frente. Ficou faltando um pezinho para colocar na rede. Espero poder ajudar, sei como o Renato gosta que o time jogue, espero poder me adaptar, entrosar, para poder estar compactado com grupo e ajudar", explicou.

A concorrência será, de cara, com Jael. O atacante ainda não marcou um gol sequer com a camisa do Grêmio e luta por espaço. Além de Hernane, a direção ainda tentou a contratação de André, do Sport, mas não teve sucesso.

"É uma briga boa. Quando cheguei fui muito bem recebido. O pouco tempo que estou aqui vejo a união do grupo e isso faz a diferença num clube de futebol. O Grêmio tem bastante isso. O Jael tem procurado ajudar. A gente sabe que fases boas e ruins passam. Ele esteve perto ontem, acertou a trave. O jogador sempre quer ajudar e tenta o gol. Sabemos que o Grêmio tem um time qualificado, uma hora vai sobrar a bola, tanto para ele quanto para mim. Quem jogar tem que estar focado para empurrar para o gol. É trabalhar que as coisas vão acontecer", afirmou.

Campeão da Recopa, o Grêmio também prepara o time para estreia na Libertadores na próxima terça-feira.

"O Grêmio foi campeão ontem, é o último campeão da América. Cada competição vai ser cobrado ainda mais. Eu encaro que é um desafio não só para mim quanto para todos os atletas. Estar jogando num time como o Grêmio tem que sempre buscar títulos. Todo jogador pensa assim. Sabendo que se está num grande time, tem que disputar grandes títulos. O Grêmio é assim. Vai ser cobrado no Gaúcho, na Libertadores, no Brasileiro, e tem que estar memorizado isso. Quem chega tem que pensar grande", finalizou Hernane.

Futebol