PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ministério argentino intervém, e filho de Walter Montillo poderá estudar

Montillo com sua mulher e os filhos Valentin e Santigo no Botafogo em 2017 - Bruno Braz / UOL Esporte
Montillo com sua mulher e os filhos Valentin e Santigo no Botafogo em 2017 Imagem: Bruno Braz / UOL Esporte

Do UOL, em São Paulo

21/02/2018 11h57

Depois de fazer denúncia pública em sua conta pessoal no Twitter, Walter Montillo poderá colocar seu filho Santino, portador de Síndrome de Down, em uma escola na Argentina. Segundo reportagem da emissora "TyC Sports", o Ministério da Educação Nacional do país interveio para ajudar o meia, ex-Cruzeiro, Santos e Botafogo.

O Ministério organizou reunião entre Montillo e autoridades da Cidade de Buenos Aires para esclarecer a situação. A conta da entidade no Twitter havia sido marcada pelo jogador em seu desabafo no Twitter logo após Santino ter sua inscrição negada.

A intenção da reunião foi fazer uma mediação entre as partes para que Montillo enfim consiga inscrever seu filho em um colégio privado localizado na região do bairro de Palermo.

Em janeiro, Montillo rompeu ligamentos cruzados de seu joelho direito durante amistoso do Tigres contra o Deportivo Morón. O jogador deve voltar aos campos apenas no fim de setembro.

Futebol