PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Independiente apela para 'mandinga' e bruxo benze vestiário antes da Recopa

Manuel Valdez (e), ou "bruxo Manuel", que acompanha a delegação do Independiente - Marinho Saldanha/UOL
Manuel Valdez (e), ou 'bruxo Manuel', que acompanha a delegação do Independiente Imagem: Marinho Saldanha/UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

21/02/2018 20h34

Ao chegar na zona mista da Arena era impossível não sentir um odor que lembrava fumaça adociada, um leve aroma de ervas. Por ali, o comentário era geral: tratava-se de uma defumação, ervas queimadas por Manuel Valdez, o bruxo que acompanha a delegação do Independiente.

O guia espiritual já acompanhou a delegação argentina na final da Sul-Americana, quando o time superou o Flamengo e ergueu a taça no Maracanã. Tem dado certo.

Entre os corredores da Arena, ele tentou esquivar-se de qualquer comentário. Permaneceu à porta do corredor que dá acesso ao vestiário antes da chegada dos jogadores de sua equipe. Não disse palavra alguma para os brasileiros, apenas trocou cumprimentos e sorrisos com seus compatriotas.

O cheiro, aos poucos, se dissipou. Era uma planta de origem peruana que costuma ser usada por ele em momentos decisivos para 'limpar o ambiente'. O mesmo aconteceu com a fumaça que aparentava existir no corredor até o vestiário. E tal qual a fumaça, Manuel sumiu. Entrou para o local reservado aos atletas.

Segundo os argentinos, Manuel é um curandeiro que acompanha o Independiente para trazer 'bons fluidos' para o time. Na Argentina ele costuma atender além do clube, recebe pessoas atrás dos desejos diversos como saúde, sorte e boas relações amorosas.

Grêmio e Independiente decidem a Recopa a partir das 21h45 (de Brasília), na Arena. O empate em 1 a 1 na Argentina dá o título da primeira competição internacional da temporada ao vencedor do jogo de logo mais. Sem saldo qualificado, empate leva a decisão para os pênaltis. 

Futebol