PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jogador que "vale por três", Patrick é exemplo para reforços do Inter

Patrick em ação pelo Internacional, ele conquistou posição e tem se destacado - Ricardo Duarte/Inter
Patrick em ação pelo Internacional, ele conquistou posição e tem se destacado Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

20/02/2018 04h00

Na preparação para a temporada de 2018, a direção do Inter determinou que a base de suas contratações não seria de atletas badalados, caros e de 'lotar aeroporto'. Pelo contrário, a aposta era em atletas que custassem pouco e pudessem render o esperado. Exatamente neste molde, Patrick é, até agora, eleito nos bastidores como exemplo de sucesso. Contratado sem qualquer custo, virou titular e opção em mais de uma posição.

O acordo com ele foi rápido e forçado pela dificuldade imposta pelo Sport na contratação de Rithely. Como não conseguiu acordo com o Rubro-Negro pelo marcador, o Inter aproveitou que Patrick tinha vínculo no fim e fez uma oferta para ele. Egresso do mesmo clube, não aceitou permanecer em Recife, agradeceu a oportunidade por lá, e se encaminhou ao Sul do Brasil.

Não houve acréscimo pesado na folha de pagamento ou mesmo pressão para 'encontrar um lugar' para Patrick no time. E sem pressa ele ganhou espaço. As primeiras oportunidades vieram como volante, sua posição de origem, e em seguida outras alternativas apareceram, contemplando também outro desejo do Inter.

Polivalência ajuda a entrar no time

Foi na linha de armadores, aberto pela esquerda, que Patrick conquistou lugar de vez. Por ali foi destaque dos dois últimos jogos dos titulares e evitou novos testes com Edenílson ou mesmo a colocação apressada de Wellington Silva no time. A partir do bom rendimento, sequer Camilo foi testado novamente por ali.

E a polivalência ajudou também. Além das duas posições do meio-campo, Patrick também atuou na lateral e deu tranquilidade para o técnico Odair Hellmann sequer colocar jogadores da função no banco de reservas.

Atualmente, a lesão de Pottker dará lugar a Nico López, Wellington Silva já está recuperado e poderia disputar vaga, ou até mesmo Camilo, mas a titularidade conquistada por Patrick é firme. E a chegada repetidamente elogiada pelo comando técnico no molde: nenhum custo, muito benefício.

O Inter viajou para Belém, onde na quarta-feira encara o Remo pela Copa do Brasil.

Futebol