PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São Paulo recusa nova oferta para vender o peruano Cueva

Cueva tem dois gols em cinco jogos nesta temporada pelo São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Cueva tem dois gols em cinco jogos nesta temporada pelo São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

20/02/2018 13h45

A janela de transferências para a Europa está fechada, mas os clubes brasileiros ainda precisam lidar com o poder dos clubes da China para segurar seus principais jogadores. É o caso do São Paulo, que recusou nos últimos dias uma oferta enviada pelo Dalian para comprar o meia Christian Cueva. A proposta era de 12 milhões de euros (cerca de R$ 48 milhões), mas com um formato de pagamento que desagradou o time paulista.

O negócio frustrado dos chineses foi publicado pelo Globoesporte.com e confirmado pelo UOL Esporte. Em meados de janeiro, o Tricolor já havia barrado outro clube na tentativa de levar o peruano. Na ocasião, o Al Hilal, da Arábia Saudita, ofereceu sete milhões de euros (R$ 28 milhões), mas também não teve sucesso. A diretoria são-paulina mantém a posição de que não deseja vender o camisa 10 antes da Copa do Mundo, disputada entre junho e julho, na Rússia.

O próprio Cueva passou a entender que qualquer mudança neste momento poderia ser prejudicial a ele e reforçou a recusa à oferta chinesa. O técnico da seleção peruana, Ricardo Gareca, foi outro a aconselhá-lo a permanecer no São Paulo pelo menos até o Mundial. O treinador crê que o meia deve muito ao Tricolor pela projeção que ganhou na carreira e que uma troca de clube pode causar problemas de adaptação e falta de ritmo na véspera da Copa.

No São Paulo desde 2016, Cueva soma 76 jogos, 19 gols e 16 assistências pela equipe do Morumbi. Neste ano, são cinco partidas e dois tentos anotados, ambos em cobranças de pênalti. O histórico pelo Tricolor também conta com reclamações sobre a forma física e o comprometimento com o clube, além de atrasos para se reapresentar após compromissos com a seleção peruana ou folgas.

Futebol