PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Coritiba sofre desvalorização da marca, mas encaminha renovação com a Caixa

Camisa do Coritiba seguirá estampando a marca da Caixa, mas com verba menor - Arquivo pessoal
Camisa do Coritiba seguirá estampando a marca da Caixa, mas com verba menor Imagem: Arquivo pessoal

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

20/02/2018 14h06

O Coritiba e a Caixa Econômica Federal devem anunciar nos próximos dias a renovação de contrato de patrocínio de camisa, em negociação nesta semana. A proposta da Caixa reduz em 50% os valores aplicados em 2017 e fazem parte da nova política do banco estatal em diminuir os investimentos em mídia no futebol. O argumento também passa pelo fato de que o rebaixamento do Coxa para a Série B diminui a exposição do clube.

O valor oferecido e que está em avaliação pelo Coritiba é R$ 3 milhões pelo ano, a contar da assinatura, prevista para o início de março. Em 2017, o Coxa recebeu R$ 6 milhões, mesmo valor do Atlético-PR, e ainda contava com bonificações caso vencesse alguma competição nacional ou internacional. As bonificações estarão mantidas em caso de conquista da Série B ou da Copa do Brasil.

Além do Coritiba, o Paraná Clube também deve contar com aporte de patrocínio em camisa pelo banco estatal, em contrato a ser assinado nos próximos dias, com valores muito próximos ao do Coritiba, mesmo estando na Série A em 2018.

Futebol