PUBLICIDADE
Topo

Futebol

10+ dos Estaduais: Futebol perdeu para porradaria e até virose na rodada

Do UOL, em São Paulo

19/02/2018 04h00

O fim de semana dos Estaduais foi de clássicos e belos gols. Mas a rodada ficará marcada por brigas e confusões em diversos pontos do Brasil. Bahia, Amazonas e Mato Grosso tiveram cenas lamentáveis de agressões dentro de campo, com direito até a jogo encerrado no Ba-Vi. 

Já em Goiás o problema foi outro: uma virose que atingiu dois times e levou jogadores e membros de comissões técnicas para o departamento médico.

Mas a rodada não teve apenas fatos negativos. Também golaços, como o de um ex-jogador do Milan, no Rio Grande do Sul, e de Bruno Nazário, de bicicleta, em jogo do Guarani pela Série A2 do Paulista.

Confira os dez destaques dos Estaduais neste fim de semana.

Ba-Vi da vergonha

ba-vi - MARGARIDA NEIDE/AGÊNCIA A TARDE/ESTADÃO CONTEÚDO - MARGARIDA NEIDE/AGÊNCIA A TARDE/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: MARGARIDA NEIDE/AGÊNCIA A TARDE/ESTADÃO CONTEÚDO

O Ba-Vi da Paz, uma tentativa de amenizar o clima hostil do clássico entre Bahia e Vitória, virou um dos episódios mais vexatórios da história recente do futebol brasileiro. Antes do jogo no Barradão, 13 torcedores foram detidos. Com bola rolando, a comemoração do tricolor Vinicius, que empatou o placar em 1 a 1, virou briga generalizada e gerou sete expulsões. Em seguida, o Vitória provocou mais dois cartões vermelhos, e o clássico teve de ser encerrado por não ter a quantidade mínima de atletas em campo. Vergonhoso.

Surto de virose em Goiás

Pelo Campeonato Goiano, o Vila Nova encarou o Rio Verde no Serra Dourada (empate em 1 a 1) com seis desfalques, todos pelo mesmo motivo: virose. Na vitória fora de casa por 3 a 0 sobre o Grêmio Anápolis, o Goiás não escalou o lateral Caíque também por virose. Outros quatro integrantes da comissão técnica estão afastados do trabalho com sintomas similares (febre alta e dores no corpo).

UFC Campo Grande

gandula apanha - Reprodução de TV - Reprodução de TV
Imagem: Reprodução de TV

Jeferson Reis, jogador do Operário, espancou um gandula no fim da partida contra o Operário, pelo Campeonato Sul-Mato-Grossense. Como um lutador de MMA, o atleta ficou por cima do rapaz no "ground  and pound" e desferiu uma série de socos. Em seguida, jogadores das duas equipes trocaram pontapés e empurrões, forçando a arbitragem a decretar o fim do duelo.

Professor perde a linha no Amazonas

Alberone, técnico do Princesa, perdeu as estribeiras quando teve um jogador expulso (Toró) na partida contra o Manaus, que valia vaga nas semifinais do Campeonato Amazonense. Revoltado com o árbitro Weden Cardoso Gomes, ele invadiu o campo e também levou cartão vermelho por tentativa de agressão. O destempero do comandante não atrapalhou o Princesa, que venceu fora de casa por 2 a 1, neste domingo.

Golaço de ex-Milan abala o Imortal

Jogador com passagens por clubes europeus como Everton e Milan, Felipe Mattioni mandou um lindo chute indefensável no ângulo direito de Paulo Victor e abriu o caminho para a vitória em casa do Veranópolis por 2 a 1 sobre o Grêmio, que empurrou o atual campeão da Copa Libertadores para a zona de rebaixamento do Campeonato Gaúcho. O Tricolor é o último colocado, com quatro pontos em oito rodadas.

Feliz 2019, Maranguape

O Campeonato Cearense já tem o primeiro rebaixado, e com uma rodada de antecedência: o Maranguape, que levou 5 a 1 do Ceará, neste domingo, no Estádio Presidente Vargas. A equipe somou apenas um ponto em oito rodadas com dois gols marcados e 17 sofridos. O líder é o Fortaleza, treinado por Rogério Ceni.

Furacão na marca da cal

Invicto no Estadual, o Atlético-PR conseguiu ficar fora da final do primeiro turno do Campeonato Paranaense ao empatar em casa sem gols com o Rio Branco-PR, mas depois sucumbir na disputa por pênaltis. O time de Paranaguá será o adversário do Coritiba na Taça Dionísio Filho, em que o vencedor assegura vaga na final.

Golaço de bicicleta em Campinas

Pela Série A2 do Campeonato Paulista, quem esteve presente no Brinco de Ouro da Princesa no sábado foi à loucura com o golaço de bicicleta de Bruno Nazário na vitória do Guarani por 2 a 1 sobre o Taubaté. Até a conta oficial do Bugre no Twitter surtou com o lance e soltou um palavrão.

Gabigol, o rei dos clássicos

Ao anotar o gol da vitória do Santos por 1 a 0 sobre o São Paulo, neste domingo, no Morumbi, pelo Paulistão, Gabriel Barbosa, o Gabigol, ratificou o status de artilheiro em clássicos. O atacante chegou a 12 gols em 30 partidas contra os principais rivais estaduais do Peixe - Corinthians (três gols), Palmeiras (seis) e São Paulo (três). Desde que voltou ao clube pelo qual foi revelado, após passagem frustrada pela Europa, ele anotou três gols em três partidas.

Guanabara rubro-negra

A final do primeiro turno do Estadual do Rio de Janeiro agitou... o Espírito Santo. Em Cariacica, o Flamengo venceu o Boavista por 2 a 0 e faturou a Taça Guanabara, garantindo vaga nas semifinais do Campeonato Carioca. É impressionante a soberania rubro-negra na final simbólica da primeira metade do torneio em relação aos rivais: são 21 conquistas, contra 12 do Vasco, dez do Fluminense e oito do Botafogo.

Futebol