PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pai de James Rodríguez diz que meia acertou ao deixar o Real Madrid

O meia James Rodríguez (dir.) durante uma partida do Bayern de Munique - BERND THISSEN/AFP
O meia James Rodríguez (dir.) durante uma partida do Bayern de Munique Imagem: BERND THISSEN/AFP

Do UOL, em São Paulo

18/02/2018 16h22

O pai do meia colombiano James Rodríguez, Wilson Rodríguez, disse que o seu filho acertou ao trocar o Real Madrid pelo Bayern de Munique, na metade de 2017.

James, que ganhou grande destaque na Copa do Mundo do Brasil, foi contratado pelo Real em julho de 2014, mas perdeu espaço no time com a chegada de Zinedine Zidane ao comando técnico da equipe. Com isso, ele foi emprestado para o clube alemão por dois anos.

"Ele adora o Real Madrid, acho que não há dúvida sobre isso, mas o melhor que ele podia fazer era sair da equipe, já que havia perdido a alegria esportiva que ele recuperou com Ancelotti nos gramados", disse Wilson ao jornal espanhol "Marca".

Carlo Ancelotti era o técnico do Bayern quando James arrumou as malas para a Alemanha. Em outubro do ano passado, o técnico italiano deixou o cargo. Jupp Heynckes foi contratado para o seu lugar.

"James está muito feliz, é normal para um jogador quando um técnico [Ancelotti] insiste em ter você. Mesmo que ele não esteja mais lá, continua tendo a confiança de Heynckes, e para um jogador isso é o mais importante para que renda. Eu vejo o James tranquilo e feliz", afirmou.

Wilson ressaltou ainda que o seu filho não guarda mágoas de Zidane pelas poucas oportunidades que ele deu ao meia no Real Madrid.

"Zidane é um dos ídolos de James, mas isso não impede que o técnico tenha decidido em algum momento que meu filho não servia para o seu jogo. Nunca se escutou o meu filho falando mal do técnico francês. Ele o admira muito", disse.

Futebol