PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Empresa se desculpa e explica VAR com linhas tortas em TV inglesa

Do UOL, em São Paulo

18/02/2018 16h40

Um gol anulado do Manchester United deu o que falar neste final de semana, após um canal inglês de televisão usar um gráfico todo torto para representar a análise do árbitro assistente de vídeo (“VAR”, na sigla em inglês). Mas neste domingo (18) a Hawkeye, empresa responsável pela confusão, desculpou-se pela falha e explicou o ocorrido.

“Um erro técnico levou à criação de um gráfico incorreto disponibilizado pela Hawkeye para [o canal] BT Sports”, diz o comunicado da empresa de tecnologia, que garante que a decisão tomada pelo VAR não teve nada a ver com as linhas tortas.

“O árbitro assistente de vídeo viu a imagem com as linhas corretas; este foi um caso de uma imagem errada transmitida à TV”, explica a nota oficial. A empresa divulgou uma montagem com as diferentes imagens (confira abaixo).

Empresa responsável pelo VAR se explica após polêmica na Inglaterra - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

A confusão aconteceu durante duelo entre Huddersfield e Manchester United, no último sábado (17). Juan Mata teve seu gol anulado, e a arbitragem acionou a tecnologia para confirmar o impedimento. Acontece que o canal BT Sports mostrou as linhas tortas como se esta tivesse sido a base da decisão tomada pelo assistente de vídeo, e a polêmica se espalhou pelas redes sociais.

O lance em si é milimétrico, mas a imagem correta mostra o joelho direito de Juan Mata pouco à frente de seu marcador, caracterizando impedimento. O gol anulado não fez falta ao United, que venceu por 2 a 0 e classificou-se às quartas de final da Copa da Inglaterra — nesta temporada, o país também testa o VAR na Copa da Liga. 

Futebol