PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Aposentado, Ronaldinho vai trabalhar com música e expandir escolinhas

AP Photo/Dmitri Lovetsky
Imagem: AP Photo/Dmitri Lovetsky

Do UOL, em São Paulo

18/02/2018 20h29

Um mês depois de anunciar sua aposentadoria dos gramados, Ronaldinho Gaúcho utilizou suas redes sociais para falar sobre o seu futuro neste domingo (18). Por meio de seu Twitter, o ex-jogador da seleção brasileira revelou que irá expandir seus projetos no futebol e na música, e ainda fez mistério sobre outro investimento.

"Alô galera, como todos já sabem que eu decidi me aposentar neste ano, e gostaria de dar muito obrigado pelo apoio e carinho de todos. E a partir de agora vem uma nova etapa na minha vida, em que vou dar sequência com as minhas escolinhas de futebol, a Ronaldinho Soccer Academy, no mundo todo, também vou trabalhar na música, que é minha grande paixão e vou participar de outro projeto que em breve vou estar mostrando para vocês, um grande abraço", afirmou Ronaldinho em um vídeo produzido por sua assessoria.

Ronaldinho estrelou clipes de cantores famosos nos últimos tempos. Além de parcerias com o cantor Wesley Safadão nas músicas "Solteiro de Novo" e "Professor da Malandragem", o ex-craque do Barcelona também fez participação especial em "Vamos Beber", em um dueto com a dupla sertaneja João Lucas & Marcelo.

Fora dos gramados desde 2015, o último time de Ronaldinho foi o Fluminense. No clube carioca, o meia realizou nove partidas antes de rescindir seu contrato.

Atualmente, Ronaldinho exerce a função de embaixador do Barcelona. O meia participa de jogos amistosos do time de lendas do clube espanhol, ao lado de ex-jogadores como Rivaldo, Edmilson e Kluivert.

Em novembro de 2017, Ronaldinho já havia dado indícios de que não voltaria a jogar profissionalmente. Em entrevista à "Band", o meia-atacante afirmou estar "velho" para o esporte.

Em sua carreira, Ronaldinho foi nomeado duas vezes o melhor jogador do mundo, em 2004 e 2005. Entre os principais títulos do meia-atacante estão a Liga dos Campeões de 2005/06, pelo Barcelona, a Libertadores de 2013, com o Atlético-MG, e a Copa do Mundo de 2002, com a seleção brasileira.

Futebol