PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atletas de time inglês assumem 'roubo' de táxi em Barcelona e se desculpam

Veterano Gareth Barry foi um dos autores da contravenção - Nick Potts/PA
Veterano Gareth Barry foi um dos autores da contravenção Imagem: Nick Potts/PA

Do UOL, em São Paulo

16/02/2018 16h11

Os jogadores Jonny Evans, Gareth Barry, Jake Livermore e Boaz Myhill, do West Bromwich, emitiram um pedido de desculpas por pegarem um táxi sem autorização do dono, em Barcelona, na saída de uma lanchonete na madrugada da última quinta-feira. O time britânico hospedou-se na cidade catalã para um período de treinamentos visando o duelo contra o Southampton, neste sábado, pela Copa da Inglaterra.

Segundo os relatos, os jogadores queriam sair por Barcelona, mas a maioria dos estabelecimentos já estava fechada. Por volta das 5h30 (horário local), eles viram um táxi vazio parado em frente a uma rede de fast food e o pegaram para dar uma volta, largando o carro próximo ao hotel quase três horas depois.

"Sentimos que era importante revelar nossa identidade por respeito a nossos colegas de time que, caso contrário, seriam implicados por associação", afirmaram os atletas, que se desculparam "pelos eventos que foram sujeitos a uma publicidade negativa generalizada".

"Gostaríamos de garantir aos torcedores que este incidente não reflete a determinação e vontade que temos para fazer tudo que pudermos para nos recuperarmos nesta difícil temporada", declararam.

O dono do veículo "emprestado" e a gerência do hotel catalão acionaram a polícia, que não prendeu os atletas, mas eles foram interrogados.

Alan Pardew, treinador do West Bromwich, lanterna do Campeonato Inglês, classificou o episódio como "inaceitável". 

Em comunicado, o clube informou que abriu investigação própria sobre o caso e que os envolvidos "estarão sujeitos aos mais rigorosos procedimentos de disciplina interna".

Futebol