PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Blogueiros criticam reação de pai de Neymar a Casagrande: "passou do ponto"

Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Imagem: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

16/02/2018 16h22

 A derrota do PSG por 3 a 1 no primeiro jogo das oitavas de final da Liga dos Campeões contra o Real Madrid veio acompanhada de questionamentos sobre Neymar. O comentarista da Rede Globo, Walter Casagrande, analisou durante o programa Redação SporTV da última quinta a postura em campo do atleta como egoísta, individualista e chegou a chamar o astro de mimado, o que irritou o pai do atacante, que rebateu com uma nota em que cita até a vida pessoal do comentarista.

O UOL Esporte apurou que as críticas feitas no Instagram de maneira indireta, sem citar nomes, pelo pai de Neymar foram realmente para o comentarista da Globo.

Os blogueiros do UOL Esporte falaram sobre a polêmica e criticaram principalmente a postura de Neymar Pai em sua nota de repúdio aos comentários negativos sobre o filho, no ponto em que menciona a vida pessoal do comentarista Walter Casagrande e ainda analisaram a crítica do global sobre o jogador do PSG.

Veja o que eles acham do comportamento do estafe do atleta ao receber críticas e da análise do comentarista da Rede Globo.

Juca Kfouri:

O Pai do Neymar passou do ponto em sua reação ao rebater o Casagrande?
Passou muuuito do ponto, foi covarde ao não citar o nome e ignorante ao se referir a quem sofre de dependência química e faz um baita serviço para ajudar quem padece da mesma doença.

Casagrande tem razão nas críticas ao Neymar?
“Tem. Ele não disse que o Neymar não deve driblar. Ele disse que ele deve passar quando houver um companheiro mais bem colocado”.

Por que Neymar e seu staff não aguentam críticas?
“Porque são mimados e mal-educados”.

Julio Gomes:

O Pai do Neymar passou do ponto em sua reação ao rebater o Casagrande?
Sem dúvida. Casagrande fez uma crítica dura sobre a postura de Neymar, mas sempre falando do campo. O adjetivo mais pesado que usou foi “mimado”. O pai de Neymar usou termos extremamente depreciativos e atacou a pessoa, não os argumentos.

Casagrande tem razão nas críticas ao Neymar?
“São pontos de vista. Concordo com as críticas sobre a postura individualista dele, mas não concordo que o jeito dele de jogar só encaixe com determinados jogadores. Acho que muito do que ele critica parte do staff, não de Neymar”.

Por que Neymar e seu staff não aguentam críticas?
“Parecem realmente despreparados para receber críticas. Sempre adotam a postura bélica de “nós contra o mundo”. Querem o bônus da superexposição, mas não o ônus. Poderiam e deveriam relevar mais as críticas e até os elogios e tentar apurar quem fala o que, separar joio do trigo”.

Menon:

O Pai do Neymar passou do ponto em sua reação ao rebater o Casagrande?
Passou totalmente do ponto, principalmente quando faz insinuações sobre a vida pessoal. E não responde à critica principal.

Casagrande tem razão nas críticas ao Neymar?
“Tem razão, principalmente quando diz que é mimado. A resposta de Neymar pai confirma que o filho é mesmo mimado, principalmente por aqueles que vivem de seu trabalho. Os seus amigos, que vivem de seu dinheiro. E o pai, está defendendo o filho ou o cliente?

Por que Neymar e seu staff não aguentam críticas?
“Há duas questões diferentes quanto a Neymar, ele nunca foi preparado para isso. Sempre foi tratado, desde criança, como alguém especial e que não poderia ser criticado. Sempre lhe disseram que era o maior de todos. Quando isso não se confirma em campo, ele não reage bem. Neymar não sabe ganhar e não sabe perder. Quando ganha, ironiza. Quando perde, apela. E quanto ao staff, é um modo de proteger a mina de ouro. 

Perrone:

O Pai do Neymar passou do ponto em sua reação ao rebater o Casagrande?
Neymar pai tem o direito de defender a cria e falar o que pensa. Mas, na minha opinião, passou do ponto. Foi deselegante ao fazer insinuações sobre a vida do Casão. Seu contra-ataque na direção do comentarista foi desnecessário. Só deu argumentos aos que dizem que ele  não admite críticas ao filho.

Casagrande tem razão nas críticas ao Neymar?
“Tem razão em parte. No jogo contra o Real, de fato, em alguns momentos, Neymar tentou um drible a mais quando poderia ter feito um passe decisivo. Às vezes, parece faltar para o atacante o entendimento de que ele pode brilhar sem driblar. Ou talvez tenha que aprender a aceitar se divertir menos deixando alguns dribles de lado para ser mais objetivo. Porém, Casão foi injusto ao não levar em conta o histórico do jogador. O currículo de Neymar também é recheado por assistências. Ele não merece simplesmente ganhar um carimbo de egoísta na testa. Sobre os cartões, não há discussão. Passou da hora de Neymar melhorar seu controle. Ele sempre vai ser provocado, terá que lidar com muito contato e, claro, pancadas”.

Por que Neymar e seu staff não aguentam críticas?
“O estafe de Neymar monitora tudo o que sai na imprensa e nas redes sociais sobre ele. Faz parte do esquema profissional montado em volta do atacante. O problema é que o pai, o jogador e seus funcionários avaliam que tudo em relação ao astro é aumentado e até distorcido porque dá audiência. Partindo dessa premissa, deixam de peneirar as críticas e aproveitar o que pode ser útil para fazer o craque evoluir. A agressividade nas respostas não ajuda a imagem do atacante”.

André Rocha:

O Pai do Neymar passou do ponto em sua reação ao rebater o Casagrande?
Sempre acho mais adequado que o criticado se pronuncie. E se fosse o pai do Neymar não mencionaria os problemas do Casagrande com drogas. Dependência química é doença, não falta de caráter.

Casagrande tem razão nas críticas ao Neymar?
“Há quase sempre muito exagero quando o tema é Neymar, para o bem e para o mal. Contra o Real não decidiu, mas também não foi mal. O PSG é um time em processo de maturação para objetivos maiores e enfrentou "apenas" o bicampeão europeu. E ainda está vivo. Se Neymar decidir em Paris o Casagrande terá 'queimado cartucho' antes da hora”.

Por que Neymar e seu staff não aguentam críticas?
“E alguém lida bem com críticas, ainda mais em um meio no qual a vaidade é algo estimulado? Cada um tem o seu Neymar ideal, mas o real está lá, com virtudes e defeitos. No final, o problema segue o mesmo: Neymar é a estrela solitária do futebol brasileiro e, ao contrário de Pelé, Zico, Romário e Ronaldo Fenômeno, nunca teve alguém do mesmo tamanho ou no mesmo estágio na carreira para dividir protagonismo e holofotes. A carga fica mais pesada. O único erro dele, a meu ver, é se alimentar da divulgação da própria vida e não aceitar o ônus de tanta exposição”.

Futebol