PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Levir critica diretoria santista por demissão polêmica: "Situação patética"

Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Do UOL, em São Paulo

28/11/2017 23h10

Levir Culpi criticou a diretoria do Santos nesta terça-feira (28). Durante o programa Noite de Craques, do Esporte Interativo, o treinador afirmou que o comando do clube praiano é amador depois de demiti-lo e voltarem atrás no mesmo dia da decisão, no dia 20 de outubro deste ano.

"De todos esses anos, foi a situação mais patética que passei", disparou o treinador sobre a demissão que não aconteceu.

Dispensado pelo clube em definitivo em 28 de outubro, Levir defendeu sua estadia no clube alvinegro e argumentou com os 56,6% de aproveitamento do time sob o seu comando, em que o Santos conquistou 13 vitórias, 12 empates e 5 derrotas. "Entre 7 e 8 a minha nota. O time jogava regularmente bem, não era brilhante, mas podia vencer qualquer adversário."

Levir também falou sobre a situação de Lucas Lima, que foi afastado por Elano e está próximo de acertar sua ida ao Palmeiras. O técnico disse que via o jogador como uma boa pessoa e afirma que no fundo os torcedores gostariam de estar no lugar do meia.

"Existe uma crítica, mas a gente tem que se colocar no lugar do Lucas Lima. O Santos não renovou o contrato, não o que aconteceu que escapou ali. Aí você recebe uma proposta que é muito favorável, você vai completar o seu trabalho e vai ficar livre. Isso projeta no torcedor uma raiva, mas na verdade o torcedor gostaria de estar no lugar do Lucas Lima", explicou.

 

 

Futebol