PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Para manter investigação, Galiotte veta saída de pivô de "cambismo"

Mauricio Galiotte, presidente do Palmeiras, negou pedido de desfiliação de Eliane - Rivaldo Gomes/Folhapress
Mauricio Galiotte, presidente do Palmeiras, negou pedido de desfiliação de Eliane Imagem: Rivaldo Gomes/Folhapress

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

23/11/2017 04h00

O caso da venda ilegal de ingressos de origem da Crefisa, que tem o ex-presidente Mustafá Contursi como um dos personagens a ser investigado, ganhou um novo capítulo no Palmeiras. Eliane, a mulher responsável pelo repasse dos bilhetes a um cambista, tentou deixar o quadro associativo do Palmeiras e teve o pedido indeferido pelo presidente Mauricio Galiotte. A informação foi confirmada à coluna pelo presidente do Conselho Deliberativo, Seraphim Del Grande.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, leia a coluna De Primeira.
 

Futebol