PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após greve, seleção feminina da Dinamarca é excluída de competições da Uefa

Maja Hitij/Getty Images
Imagem: Maja Hitij/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

17/11/2017 17h26

A greve realizada pela seleção feminina de futebol da Dinamarca no final de outubro foi mal recebida pela Uefa. O órgão máximo do esporte na Europa excluiu na última quinta-feira (17) a seleção dinamarquesa de todas as competições da Uefa nos próximos quatro anos. Isso incluiu a eliminatória para a Copa do Mundo de 2019, resultando no impedimento da Dinamarca – atual vice-campeã europeia – de disputar o Mundial.

A manifestação das jogadoras dinamarquesas ocorreu no final de outubro, resultando no cancelamento do jogo entre Suécia e Dinamarca pelas eliminatórias. O protesto das atletas teve como motivo um desacordo econômico com a federação de futebol local.

A Uefa também multou a federação dinamarquesa em 20 mil euros (R$ 77 mil) pela “desistência” no jogo contra as suecas, que terminou oficialmente como derrota da Dinamarca por 3 a 0.

 

Futebol