PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Frase de Sergio Ramos causa mal-estar com Cristiano Ronaldo, diz jornal

Cristiano Ronaldo e Sergio Ramos em premiação da Liga Espanhola - Alberto Martín/EFE
Cristiano Ronaldo e Sergio Ramos em premiação da Liga Espanhola Imagem: Alberto Martín/EFE

Do UOL, em São Paulo

16/11/2017 09h36

De acordo com reportagem do jornal espanhol "As", há um mal-estar entre Cristiano Ronaldo e Sergio Ramos no Real Madrid desde a derrota por 3 a 1 para o Tottenham, em Londres, dia 1º de novembro, pela Liga dos Campeões. O defensor teria rebatido declaração do português insinuando que o colega foi "oportunista".

A origem da polêmica está em declaração de Ronaldo, que diz que a experiência de Pepe, James Rodríguez e Álvaro Morata, jogadores que deixaram o Real Madrid recentemente, tornavam a equipe mais forte.

"Não se pode dizer que pioramos. Talvez tenhamos menos experiência. E já sabemos que a experiência no futebol é muito importante. Mas não vemos isso como uma desculpa. Obviamente, Pepe é um grande jogador, assim como Morata, James... Todos esses jogadores que saíram nos tornavam mais fortes", disse Ronaldo, na ocasião.

Em entrevista à rádio espanhola "Cadena SER", Ramos teria insinuado que o português foi oportunista em sua declaração. O defensor relembrou os títulos das Supercopas da Espanha e da Europa para afirmar que, na ocasião, ninguém fez ressalvas em relação à reformulação no elenco do Real Madrid.

"Todo mundo tem sua opinião, mas acho que é um pouco oportunista porque, quando ganhamos as Supercopas, ninguém se lembrou disso e éramos o mesmo time. Não sinto falta de ninguém. O que mudou no elenco? Claro, os jogadores que saíram não são comparáveis com os que estão aqui, alguns contribuem com determinadas coisas, e outros têm outro papel", declarou.

Ronaldo teria se sentido decepcionado com a postura de Ramos, já que esperava apoio do primeiro capitão da equipe por entender que havia feito uma crítica construtiva. Além disso, na mesma entrevista, o defensor teria criticado a postura do português ao não comemorar gol marcado por Isco.

Futebol