PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro define Moreno como nome ideal para 2018, mas vê empecilhos

Marcelo Moreno defende o Wuhan Zall, da China, e interessa ao Cruzeiro em 2018 - Reprodução
Marcelo Moreno defende o Wuhan Zall, da China, e interessa ao Cruzeiro em 2018 Imagem: Reprodução

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

28/10/2017 04h00

O Cruzeiro está atrás de um homem-gol para 2018 e o sonho de consumo de diretoria e comissão técnica é um velho conhecido. Atualmente no Wuhan Zall, da China, Marcelo Moreno é o favorito para reforçar o ataque.

Itair Machado, vice de futebol, prepara uma forma de convencê-lo a voltar, mas já sabe que encontrará obstáculos para sacramentar o acordo.

Os mineiros querem se aproveitar de dois aspectos para consumar a volta do boliviano. A cúpula crê que o bom relacionamento do atleta com o clube e o projeto para a próxima temporada são trunfos em sua contratação.

Ele teve duas passagens pela Toca da Raposa II - entre 2007 e 2008 e em 2014. Em ambas, o gringo ficou marcado pelos gols. Foram 45 tentos em 93 partidas pela equipe de Belo Horizonte. O boliviano é o maior artilheiro estrangeiro da história do clube.

Marcelo Moreno comemora gol do Cruzeiro contra o Santos - ERWIN OLIVEIRA /I9/ESTADÃO CONTEÚDO - ERWIN OLIVEIRA /I9/ESTADÃO CONTEÚDO
Marcelo Moreno pode retornar à Toca da Raposa II em 2018
Imagem: ERWIN OLIVEIRA /I9/ESTADÃO CONTEÚDO

Outro ponto-chave na proposta que será apresentada por Itair é a ideia de montar um time competitivo para a disputa da Copa Libertadores da América. A conquista do torneio é o grande objetivo dos mineiros para 2018. A intenção, portanto, é mostrar ao atleta que o Cruzeiro entrará forte na luta por títulos no ano seguinte.

Apesar de definir Marcelo Moreno como o principal nome para o setor ofensivo em 2018, o Cruzeiro sabe que não será fácil tirá-lo da China.

O atacante é o artilheiro da China League One, segunda divisão do futebol local, com 22 gols. Ele ainda deu oito assistências em 27 jogos pelo Wuhan Zall. O desempenho acima da média faz com que ele seja dono do melhor salário do torneio. O atleta de 30 anos recebe R$ 2 milhões por mês, livre de impostos. O seu vínculo se encerra em 31 de dezembro de 2018. No clube anterior, o Changchun Yatai, o atleta recebia um terço deste valor.

O Cruzeiro está disposto a oferecer R$ 600 mil por mês para Marcelo Moreno, além de bônus por conquistas coletivas e individuais. A ideia é que o compromisso tenha duração de três temporadas.

Futebol