PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Casemiro relembra infância e brinca com "paixão" por Yakult

Eddie Keogh/Reuters
Imagem: Eddie Keogh/Reuters

Do UOL, em São Paulo

21/08/2017 12h46

Em alta como um dos principais jogadores de Zinedine Zidane no Real Madrid, Casemiro conversou com a revista Marca, do jornal espanhol, para falar um pouco do início de sua carreira, antes mesmo de assinar seu primeiro contrato profissional com o São Paulo.

Casemiro relembrou que quando morava com sua mãe, a família passava dificuldades e recordou uma passagem marcante da infância, quando não tinha dinheiro para comprar a famosa bebida Yakult.

“A senhora que vendia Yakult no carrinho passava todos os dias à tarde na rua de casa, às 17h. A gente não tinha dinheiro para comprar e antes que ela chegasse em casa a minha mãe dizia: ‘vamos entrar que já está tarde’. Hoje eu brinco com a minha mãe que quando vamos ao supermercado, compramos 80 garrafinhas de Yakult”, contou Casemiro à publicação.

Nascido em São José dos Campos, Casemiro tinha que ir e voltar dos treinamentos do São Paulo e muitas vezes não tinha onde ficar antes dos jogos com a equipe de base. “Nos finais de semana eu não tinha onde dormir e sempre pedia aos meus companheiros para  dormir na casa deles para conseguir chegar a tempo nos jogos”, recordou.

O jogador do Real Madrid também relembrou como comemorou seu primeiro contrato assinado aos 16 anos, quando pode dormir no centro de treinamento e a mãe pode parar de trabalhar.

“No centro de treinamento eu tinha um lugar para dormir. Eu tinha meu quarto, ar-condicionado, televisão, rádio, comida toda hora do dia. Era um privilégio para mim que estava acostumado a ter que trocar de casa toda noite. Não cabíamos todos na nossa casa e às vezes tínhamos que ir na minha avó, ou na minha tia. E todos tínhamos que usar o mesmo banheiro”, disse.  

Futebol