PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Alemanha atinge meta e chega à final. Mas vê Chile como 'rival mais forte'

Do UOL, em São Paulo

29/06/2017 17h50

Classificação e Jogos

A Alemanha derrotou o México nesta quinta-feira por 4 a 1 pelas semifinais na Copa das Confederações. No entanto, o pensamento da equipe já está na final do torneio, no domingo (2), contra o Chile.

Pelo menos foi o que deixou claro o pensamento do técnico alemão, Joachim Löw. Em entrevista coletiva após o jogo das semis, o treinador elogiou a “performance grandiosa” dos alemães frente aos mexicanos, mas já concentrou suas atenções nos chilenos.

“Desejávamos isso (vaga na final), mas não contávamos com isso antes de a competição começar”, disse Löw. “Agora temos que trabalhar o que fizemos, repensar. Os jogadores têm que trabalhar esse jogo.”

Em sua entrevista, o técnico fez elogios ao Chile. Nas semifinais, a equipe sul-americana eliminou a seleção de Portugal – atual campeã europeia – nos pênaltis.

“Sabemos que o Chile é o adversário mais forte desse torneio, o rival mais forte que tivemos até agora. Eles nos conhecem, conhecem nosso jogo. As duas equipes entrarão com tudo no jogo”, declarou.

A opinião foi semelhante à de Leon Goretzka. Autor dos dois primeiros gols da Alemanha na partida, o meia comemorou seu desempenho, mas pede foco na decisão a partir de agora.

“Fiquei muito satisfeito de poder ajudar nossa equipe com dois gols. Nosso objetivo era chegar à final, então estamos muito felizes. Faremos tudo para ter sucesso também na decisão”, disse em coletiva.

Futebol