PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vice-presidente diz que SP não tem 'plano B' para eventual saída de Bauza

Edgardo Bauza ainda não recebeu proposta para comandar a seleção argentina - Rivaldo Gomes/Folhapress
Edgardo Bauza ainda não recebeu proposta para comandar a seleção argentina Imagem: Rivaldo Gomes/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

24/07/2016 17h21

O São Paulo ainda não tem um plano B para uma eventual saída de Edgardo Bauza, que na última sexta-feira teve uma conversa com a Associação de Futebol da Argentina (AFA) e vem sendo cogitado como um dos possíveis substitutos de Tata Martino na seleção.

“Não existe plano B ainda”, disse o vice-presidente do São Paulo, José Alexandre Medicis da Silveira, em entrevista concedida ainda antes da partida, na chegada da delegação tricolor à Arena Grêmio, aos canais ESPN.

De acordo com o dirigente tricolor, a resposta oficial da AFA – e do próprio Bauza – não deve demorar a sair, até porque o São Paulo cobra uma rápida definição para o caso.

“Eu creio que a resposta deve ser rápida, porque a Argentina tem um compromisso contra o Uruguai [pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018] no dia 1º de setembro, então a resposta por parte da AFA deve ser rápida”, acrescentou.

José Alexandre Medicis contou ainda o que Edgardo Bauza falou sobre a reunião que teve com os dirigentes da AFA e confirmou que ainda não houve nenhum tipo de proposta para o técnico.

“Ele foi lá [na Argentina], conversou sobre o futebol argentino e não houve nenhum tipo de proposta efetiva para ele ser o técnico da AFA”, completou.

Futebol