PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tiroteio em Munique deixa ex-Botafogo preso em hotel: "Clima pesado"

Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Imagem: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

22/07/2016 16h52

O ex-atacante do Botafogo Ribamar teve que mudar a rotina por conta dos atentados em Munique, na Alemanha. O jogador se preparava para ir ao treinamento do 1860 München, quando viu pela televisão o lamentável ocorrido na cidade. Ele recebeu uma ligação de um dirigente do clube que o orientava a não sair do hotel, mesma ordem dada pela polícia à população em seguida.

“Estava no hotel e vimos pela televisão. Nem saímos do hotel. Mandaram a gente ficar aqui dentro. Estamos esperando notícias do clube e novas notícias. Complicada a situação na rua. A ordem é ficar aqui e esperar ver o que vai acontecer”, disse Gustavo Basílio, empresário do atleta.

Segundo o empresário, o clima é muito ruim e há o temor de que novos atentados possam ocorrer. Exatamente por esse motivo é que todos estão sendo orientados a não saírem de casa. Apesar de tudo isso, ele afirma que Ribamar está tranquilo com toda a situação e aguarda o desenrolar dos fatos.

“O clima fica pesado, né? Mas a gente não tem muita noção porque estamos no hotel. Descemos para comer no próprio hotel. Está todo mundo de olho nas notícias, mas não tem ninguém nas ruas. A polícia mandou todo mundo ficar em casa. É até difícil saber o que acontece, pois nem mesmo a polícia ainda falou sobre quantos atiradores, quantos mortos. Se podemos ter mais ataques. Não sabemos nada”, afirmou Gustavo.

“Ribamar está tranquilo. Vimos pela TV. A cidade está sitiada e o clube pediu para a gente ficar aqui também. Vamos aguardar para ver o que fazer”, completou o empresário.

Um tiroteio deixou ao menos cinco mortos nesta sexta-feira, em Munique. A polícia alemã ainda apura maiores detalhes, mas acredita que a ação envolveu três atiradores. Há uma grande operação de segurança em toda a cidade. A polícia suspeita de terrorismo e está à procura dos criminosos. Segundo autoridades, a situação geral na cidade "ainda não é clara" --mais de um tiroteio pode ter ocorrido, em diferentes locais, informação que não está confirmada.

Futebol