PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após 5 anos na Europa, como Wellington Silva volta ao Fluminense

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

22/07/2016 06h00

Joia das categorias de base do Fluminense, Wellington Silva ganhou notoriedade em 2010, antes mesmo de jogar pelos profissionais. Tudo porque o Arsenal-ING deixou clara a intenção de investir pesado na nova revelação do futebol brasileiro – pagou cerca de R$ 10 milhões por um atleta que nem sequer havia estreado.

Wellington Silva virou celebridade nas Laranjeiras e o Fluminense decidiu, na época, colocá-lo em campo para que a torcida o conhecesse. Foram 17 jogos e apenas um gol. Mas o futebol apresentado o credenciou a chegar com pompas à Inglaterra.

De nada adiantou. Em Londres, Wellington Silva não jogou pelo Arsenal. Passou a ser emprestado por vários times da Espanha com o objetivo de amadurecer e conquistar o passaporte europeu. Foram cinco anos trocando de clubes: Levante, Alcoyano, Ponferradina, Real Murcia e Almeria.

No ano passado voltou para a Inglaterra, onde defendeu o Bolton. Ele iniciaria a temporada treinando pelo Arsenal, mas não teve dúvidas em voltar para a casa assim que soube do interesse do Fluminense.

"Se passaram alguns anos. Aprendi muito na Europa, volto maduro. Me sinto em casa no Fluminense e escolhi voltar. Quero fazer uma nova história, do zero. Sei que muita gente espera coisas de mim, mas quero mostrar para mim mesmo que tenho condições, que sou capaz", disse o jovem atacante em coletiva de imprensa.

Wellington Silva foi inscrito pelo Fluminense e depende apenas de suas condições físicas para fazer a reestreia. Ele, porém, é o jogador do pacotão de reforços que mais deve demorar a estar em campo, já que acabou de se recuperar de uma lesão no púbis. Ainda não há uma previsão de quando voltará a jogar.

Futebol