PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Bayern vence City em casa, e Guardiola estreia com derrota contra ex-clube

Guardiola e Ancelotti - Michaela Rehle/Action Images via Reuters - Michaela Rehle/Action Images via Reuters
Imagem: Michaela Rehle/Action Images via Reuters

Do UOL, em São Paulo

20/07/2016 17h17

Não deu para Pep Guardiola estrear no comando do Manchester City com uma vitória sobre o ex-clube. Nesta quarta-feira (20), na Allianz Arena, o Bayern de Munique de Carlo Ancelotti venceu por 1 a 0 em amistoso de pré-temporada.

Em um jogo repleto de garotos, principalmente do lado do City, foi um jovem do Bayern quem decidiu. O alemão Erdal Ozturk, 20 anos, fez o único gol do jogo aos 30 do segundo tempo, em chute de fora da área que desviou em Clichy antes de entrar.

City já mostra traços de Pep

Já em seu primeiro jogo e com uma escalação formada quase toda por garotos da base, Guardiola mostrou as mudanças que pode trazer ao estilo de jogo do Manchester City. A equipe inglesa rodou muito bem a bola no meio-campo e saiu jogando sempre pelo chão, usando o jogo com os pés do goleiro Caballero. Faltou mais poder de decisão na frente.

O City começou jogando com Caballero; Maffeo, Tasende, Adarabioyo e Kolarov; Fernando e Fernandinho; Navas, Zinchenko e Barker; Iheanacho.

Tarimbado, Bayern leva mais perigo

Apesar disso, o Bayern, com mais atletas experientes desde o início do jogo, foi mais perigoso. O melhor foi Ribéry, que criou ótimas jogadas pela esquerda e infernizou o jovem lateral espanhol Maffeo. Já no segundo tempo, o City melhorou, mas um erro na saída de bola permitiu o chute fortuito de Ozturk que decidiu o amistoso.

O Bayern foi a campo com Ulreich; Rafinha, Feldhahn, Javi Martínez e Bernat; Xabi Alonso, Lahm e Alaba; Benko, Green e Ribéry.

Desafeto? Touré entra no segundo tempo

Tido como desafeto de Guardiola após o fim de sua passagem pelo Barcelona em 2009, o meio-campista Yaya Touré entrou em campo no segundo tempo em meio a dúvidas sobre sua permanência no Manchester City. Apesar da técnica com a bola no pé, o marfinense mostrou uma lentidão que pode não encaixar no estilo do time. Será que o reencontro terá final feliz?

Futebol