PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Kannemann chega ao Grêmio prometendo "tornar difícil" a vida dos atacantes

Kannemann é apresentado pelo Grêmio no CT do clube e promete empenho - Lucas Uebel/Grêmio
Kannemann é apresentado pelo Grêmio no CT do clube e promete empenho Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

19/07/2016 17h10

"Quero tornar a vida dos atacantes muito difícil", foi assim que o zagueiro Walter Kannemann começou sua manifestação de apresentação ao Grêmio. Contratado por R$ 3,9 milhões e com contrato de três anos, o defensor trocou o Atlas do México pelo clube gaúcho. 

"Quero tornar a vida dos atacantes muito difícil. Sou um central forte e quero dar segurança ao time", explicou o defensor de 25 anos. "Posso prometer atitude. Tratar de fazer o possível para ter bons jogos e que o Grêmio siga lutando pelo campeonato, como faz hoje", completou. 
 
Sobre os problemas defensivos do time gaúcho, Kannemann não quer o rótulo de 'solução'. Até porque ainda irá demorar um pouco para entrar em forma e conseguir estrear. 
 
"Não sou a solução dos problemas. Chego em um time que está em terceiro no Campeonato Brasileiro e quero dar meu máximo para ajudar meus companheiros. Juntos podemos solucionar qualquer problema", afirmou. 
 
A negociação foi longa. O Grêmio teve duas vezes acertado com o atleta, mas pedidas do empresário do atleta e mesmo do Atlas geraram recuos. "Eu e o Grêmio fizemos muita força para vencer qualquer dificuldade. Às vezes as negociações demoram, outras não. Mas todos acabamos felizes", disse. 
 
Kannemann estava em férias e precisa recuperar sua forma física para atuar. Não estará disponível para o jogo do final de semana. 
 
A direção gremista, por outro lado, garante total tranquilidade sobre a inscrição do atleta. Os documentos do jogador já foram, inclusive, encaminhados ao sistema de trasnferências da Fifa. 
 

Futebol