PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após lesão e penhora, Brenner é apresentado no Inter e cita Romário

Brenner teve direitos penhorados por dívida do Juventude com grupo de empresários - Jeremias Wernek/UOL Esporte
Brenner teve direitos penhorados por dívida do Juventude com grupo de empresários Imagem: Jeremias Wernek/UOL Esporte

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

05/07/2016 15h28

Brenner já estava no Beira-Rio, mas até agora não tinha oficialmente vestido a camisa do Internacional. O último passo para ser reforço foi dado nesta terça-feira (5). Acertado há três meses com o Colorado, o ex-centroavante demorou a usar o vermelho por conta de uma lesão muscular e depois uma ação na Justiça contra o Juventude.

Os direitos dele chegaram a ser penhorados e retardaram a conclusão da transferência. A penhora nos direitos foi revelada pelo Inter, momentos antes de Brenner vestir a camisa 38.

De acordo com o clube gaúcho, um grupo de empresários acionou o Juventude na Justiça por uma dívida e conseguiu bloquear receitas existentes e futuras.

A inscrição na CBF, via BID (Boletim Informativo Diário), ocorreu somente na última sexta-feira. E aí, o Inter confirmou o negócio e contrato de quatro temporadas.

“No começo, quando as duas partes se acertaram, ficou uma tensãozinha. Depois que tudo se resolveu, nas últimas semanas, veio um alívio”, comentou o jogador.

O novo atacante ainda viu boa perspectiva com o modelo de jogo atual do time, baseado nas bolas aéreas e uso constante dos lados do campo para chegar à área do adversário.

“Essas bolas cruzadas na área, que passam no primeiro pau ou na frente do goleiro, nós (ele e Ariel Nahuelpan, outro reforço para o ataque anunciado pelo Inter) podemos estar ali. O que a gente sabe fazer é botar essa bola para dentro”, disse Brenner. "Na minha posição, o melhor que eu vi, foi o Romário. Dentro da área ele foi o melhor do mundo, de todos os tempos", acrescentou depois.

 

 

Futebol