PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Inter de Shandong"? Colorado negocia parceria e pode ter um time na China

Ricardo Duarte/Internacional
Imagem: Ricardo Duarte/Internacional

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

24/12/2015 06h00

O Internacional está de olho na China. Depois de visitar o país, o clube gaúcho trabalha na elaboração de um plano de negócios a ser firmado com empresas sediadas em Binzhou, na província de Shandong, e a sete horas de Pequim. O projeto prevê intercâmbio de profissionais nas áreas técnica e administrativa do futebol e até a criação de um clube local, que pode levar o nome do Colorado.

Em novembro, Inter e órgãos públicos da comunidade assinaram protocolo de intenções para parceria comercial. Com quase quatro milhões de habitantes, a região não tem time profissional de futebol e planeja entrar no mapa da modalidade.

O acordo com o Inter daria conhecimento aos chineses para montagem de seu clube – nos níveis administrativo, operacional e técnico. Com centro de treinamentos, estádio e time na primeira divisão nacional. O uso da marca do Colorado, dando nome a equipe da China, não é descartado. Pelo contrário, aparece entre os temas mais debatidos.

Em contrapartida, contratos financeiros e expansão da marca do Colorado. Entrada em um mercado emergente e com economia pujante.

“Não dá para fechar os olhos e ignorar a China. Moeda valorizada, agora entrando como reserva de valor, comércio exterior consolidado e se desenvolvendo no futebol. Criando uma cultura local forte no esporte. É por tudo isto que estamos analisando”, diz Luiz Carlos Paraguassu, vice-presidente de relações internacionais do clube gaúcho.

As conversas entre os chineses e o Inter já duram há seis meses. Primeiro, uma comitiva asiática esteve em Porto Alegre. Assistiu jogo da Copa Libertadores no Beira-Rio e firmou termo de compromisso. Em novembro, representantes do Colorado foram até o outro lado do mundo e se reuniram com 14 autoridades locais e empresários.

Atualmente, o projeto de acordo comercial e esportivo está em elaboração no Beira-Rio. Após ser finalizado, ele será enviado a um grupo de gestão do Internacional. Depois, o clube estuda se vai até a China ou se promove reunião em Porto Alegre. O planejamento prevê aliança de 10 anos. O projeto precisa ser entregue até o início de fevereiro.

Futebol