PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Osorio não garante que fica, e São Paulo tenta impedir saída

Juan Carlos Osorio pode trocar o São Paulo pela seleção do México - Marcello Zambrana/AGIF
Juan Carlos Osorio pode trocar o São Paulo pela seleção do México Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

24/08/2015 16h47

A diretoria do São Paulo conversou com Juan Carlos Osorio ainda antes da derrota para o Flamengo, no domingo, sobre a possibilidade do técnico deixar o clube devido ao interesse da seleção do México em contratá-lo. O técnico confirmou a possibilidade, mas disse que não aceitaria o convite. Após o jogo, o cenário mudou. Agora não há resposta definitiva de Osorio sobre a permanência no São Paulo. Mesmo admitindo a situação, o vice-presidente de futebol são-paulino, Ataíde Gil Guerreiro, diz ter certeza de que treinador continuará no Morumbi. 

"Já [conversamos]. Primeiro, ele não tem proposta do México. Teve um boato, de pessoas falando. Ele me garantiu que se viesse a proposta ele não iria aceitar, ele ficaria no São Paulo. Isso foi antes do jogo contra o Flamengo. Depois ele não me deu resposta definitiva, mas tenho certeza que ele vai continuar conosco", falou Gil Guerreiro, nesta segunda-feira (24), ao UOL Esporte.

Nos últimos dias, além da derrota para o Flamengo, Osorio recebeu outro golpe duro para o planejamento: a venda do zagueiro Rafael Toloi à Atalanta, da Itália. O jogador era titular absoluto para o técnico colombiano e constitui a oitava baixa desde sua chegada ao clube. Desde a noite de domingo o treinador tem falado com membros do clube em tom desanimado e se mostra balançado com o convite mexicano, segundo apurou a reportagem. 

Ataíde Gil Guerreiro afirma que Osorio não relatou à diretoria detalhes sobre conversas com a seleção mexicana. "Não me disse absolutamente nada disso. Antes do jogo ele me disse que se viesse uma proposta, ele não iria aceitar. Depois do jogo, pelo que vi na entrevista, ele disse que estava incomodado. Ele parece que está disposto a continuar. Acredito que essa indisposição dele seja momentânea", completou o vice de futebol.

O fator que mais pesa contra a permanência de Osorio no São Paulo é a diferença entre o projeto apresentado pelo clube quando lhe ofereceu o cargo e a situação real atualmente, três meses depois. Foi dito a Osorio que o clube venderia o zagueiro Rodrigo Caio e não poderia contratar ninguém. No entanto, pelo fracasso na venda do defensor ao Valencia (ESP) e por problemas financeiros, o São Paulo deixou sair oito atletas, sendo cinco que seriam titulares com o treinador colombiano: Paulo Miranda, Dória, Rafael Toloi, Denilson e Souza, além de Boschilia, Ewandro e Cafu. A diretoria admite que Osorio tem razão em criticar o desmanche.

"Ele tem razão. Não é que sejam vendas não planejadas. Quando fomos buscá-lo, nosso planejamento era ser campeão. Depois disso a situação financeira ficou ruim, me reuni com a diretoria financeira e presidência, estávamos devendo três meses de direitos de imagem aos jogadores, e definimos que teríamos que abrir mão de alguns jogadores. Lógico que não queríamos fazer isso. Nós tivemos que fazer realmente essa redução do elenco. Lógico que ele não gostou. Eu dizia que era o melhor elenco do Brasil, e não é mais", lamentou Gil Guerreiro.

O vice de futebol do São Paulo também acredita que nenhum outro jogador deixe o clube até o próximo dia 31, quando se encerra a janela europeia de transferências. "Até o dia 31 não dá nem mais tempo de sair ninguém", afirma, com a ressalva de que o lateral direito Auro, que tem proposta de empréstimo do Estoril, de Portugal, ainda não definiu o próprio futuro. "O mais interessado por essa transferência era o jogador. Veio conversar conosco com o empresário. Osorio conversou com ele e quase o convenceu a ficar. Estou confiando, estou apostando no Osorio", relatou o dirigente.

Ataíde Gil Guerreiro afirma que, pelo que ouviu de Osorio, o técnico acredita que o São Paulo - mesmo com a saída de oito jogadores - ainda disputa o Brasileirão e tem condições de brigar pelo título da Copa do Brasil. "Ele [Osorio] acha que mesmo com esse elenco nós vamos disputar a Copa do Brasil e o Brasileirão. Já temos uma grande diferença para o Corinthians, mas não abandonamos", falou. 

São Paulo perde de virada para o Flamengo; veja os gols

Futebol